(07-02-2017) 225-B-2016

07/02/2017 17:10

Dispõe sobre lista final de atletas paralímpicos convocados para os Jogos Parapanamericanos de Jovens 2017

A Liderança de Seleções Paralímpicas, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa – CBTM, de acordo com o disposto no Art. 4º, alínea "c", informa a lista de atletas convocados para os Jogos Parapanamericanos de Jovens 2017, a ser realizado de 15 a 26 de março de 2017, na cidade de São Paulo-SP, no Centro Paralímpico Brasileiro.

NOME

CLASSE

SEXO

UF

Data de Nascimento

ALEX SANDRO PEREIRA

09

M

SC

19/04/2000

CAMILA DOS SANTOS RIBEIRO

03

F

MG

10/07/1998

CARLOS EDUARDO VALERIO

08

M

SP

03/04/1999

DANIELLE RAUEN

09

F

SC

18/12/1997

DAVID LIMA DOS SANTOS NETO

09

M

DF

02/08/1998

GUILHERME APARECIDO DE ANDRADE ROCHA

05

M

SP

01/05/1997

GUSTAVO ALEXANDRE LASKOSKY

07

M

SC

11/03/1997

IOLANDA DE ALMEIDA MAIA

10

F

MS

26/01/2000

LETHICIA RODRIGUES LACERDA

07

F

GO

12/09/2002

LUCAS DOS SANTOS CARVALHO

10

M

PE

30/12/1999

LUCAS FAGUNDES GRILO

08

M

SP

05/01/1998

MARIA LAURA DOS REIS MARTINS DE FREITAS

03

F

MG

21/06/2001

MARLISON HENRIQUE DA SILVA ALFAIA

06

M

AM

03/02/1999

MATHEUS MICHETTI BATISTA

04

M

MG

26/04/2003

MELANIE DOS SANTOS BURLAMARQUI

10

F

PR

26/12/2000

PAULO HENRIQUE GONÇALVES FONSECA

07

M

SC

07/01/2001

RAIZA FRANCISCA FARIAS PEREIRA DA SILVA

05

F

SP

17/04/1997

 

Além dos critérios de convocação já citados na Nota Oficial 225-2016, outros critérios tiveram de ser seguidos para a convocação final:

  • Limite de dois atletas inscritos por classe (definidos pela organização da competição);
  • Em caso de combinação de duas classes, o limite passa a três atletas inscritos (definidos pela organização da competição);
  • As disputas de medalhas serão nas seguintes classes individuais: Masculino 01-04, 05, 06, 07, 08, 09 e 10; Feminino 03-04, 05, 07-08, 09-10. Por equipes: Masculino 01-05, 06-08, 09-10; Feminino 01-05, 06-10.
  • Nas classes e junção de classes na qual tinham mais atletas brasileiros pré-selecionados que o permitido, foi considerado como critério de desempate:

Este dispositivo passa a vigorar na data de sua publicação.