(17-04-2017) 224-A-2016

17/04/2017 14:29

Dispõe sobre Classificadores Funcionais habilitados para 2017

A Liderança de Seleções Paralímpicas, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa – CBTM, de acordo com o disposto no Art. 4º, alínea “g” do Estatuto desta Entidade e validação da Gerência Geral de Operações, informa sobre atualização de lista de classificadores funcionais habilitados para atuarem em 2017.

Para que um classificador funcional possa atuar em 2017, ele precisa estar com a TRA em dia e cadastro ativo na CBTM como Classificador Funcional. Com a publicação da Nota Oficial 056-2017, somente classificadores funcionais que não sejam técnicos, atletas, ou que tenham vínculo com algum clube, poderão atuar como classificadores funcionais em eventos nacionais, para evitar conflito de interesses. Desta forma, os classificadores funcionais abaixo que possuem tais vínculos terão prazo até 30 de abril de 2017 para definirem se desejam atuar como classificadores funcionais ou manterem suas posições de técnicos, atletas, ou outras funções ligadas diretamente a um clube:

Nome

Cidade-UF

Função Cadastro CBTM (além de classificador funcional)

Carlos Koyama

São Paulo-SP

técnico, atleta, árbitro***

Celso Toshimi Nakashima*

Joinville-SC

técnico, atleta

Edward Yuji Yamaguti*

São Paulo-SP

 

Gustavo Marques Zanin

Goiânia-GO

 

João Paulo Montenegro Santiago*

Sobral-CE

 

José Maria Silva de Souza*

Taguatinga-DF

técnico, atleta

José Ricardo Oliveira*

Limeira-SP

técnico

Kleber Ribeiro*

Sobral-CE

árbitro***

Leonor Demário

Curitiba-PR

árbitro***

Luis Gustavo Claro Amorim

Goiânia-GO

 

Marcos Vinícius Brisola Silva*

Sorocaba-SP

 

Monique das Graças de Oliveira Lima**

Rio de Janeiro-RJ

 

Nivaldo José da Silva Filho*

Caruaru-PE

atleta, árbitro***

Severino Antonio Junior da Silva*

Caruaru-PE

técnico, atleta

Vicente Matias Cristino*

Fortaleza-CE

 

 

* Os classificadores funcionais também terão de passar por processo de reavaliação em 2017 para manterem suas funções para 2018.

** A classificadora funcional terá de fazer curso de reciclagem internacional, conforme solicitado pela ITTF-PTT

*** A função de árbitro não configura como conflito de interesse na atuação como classificador funcional.

Caso o referido classificador funcional não se pronuncie até 30 de abril de 2017, este será desligado das funções de classificador funcional.

Abaixo a lista de classificadores funcionais que terão suas habilitações como classificadores revogadas (não possuem cadastro CBTM/ cadastros inativos):

Nome

Cidade-UF

Anderson Artur de Souza Soares

Porto Alegre-RS

Ari Campos Fernandes

Fortaleza-CE

Klebert Moura dos Anjos

Aracaju-SE

Midori Hayama

Rio de Janeiro-RJ

William de Lima Coutinho

Brasília-DF

Este dispositivo passa a vigorar na data de sua publicação.