Aberto Paralímpico da Espanha: Brasil encerra participação no Adulto com cinco medalhas

12/06/2017 10:14

Joyce Oliveira foi um dos destaques ao conquistar o ouro no individual Classe 4-5

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 12/06/2017

Foto: Daniel Zappe / MPIX / CPB

O Brasil encerrou a participação no Aberto Paralímpico da Espanha com cinco medalhas. O destaque foi Joyce Oliveira, que conquistou o ouro no individual da Classe 4-5. Também no individual, Catia Oliveira levou o bronze na Classe 2-3. Já no torneio por equipes, Joyce e Catia voltaram ao pódio ao garantirem o ouro na Classe 2-5, Lucas Carvalho, que atuou ao lado do irlandês Anthony David, ficou com o bronze na Classe 10, e Ecildo Oliveira, que formou parceria com o espanhol Francisco Sayago, levou o bronze na Classe 4-5.

Joyce Oliveira e Catia Oliveira, agora, vão se juntar ao restante da delegação brasileira para a disputa do Aberto de Bayreuth, na Alemanha, que começa a partir desta terça-feira (13).

No torneio individual, Joyce, que já havia vencido os dois jogos na fase de grupos, passou pela tailandesa Supalak Butgunha na semifinal, por 3 sets a 0 (11/2; 11/7 e 11/4) e, na final, bateu a francesa Monique Sirgand por 3 sets a 0 (11/4; 11/3 e 11/5), assegurando o ouro da Classe 4-5.

Já Catia, que também venceu os dois jogos na fase de grupos na Classe 2-3, acabou perdendo para a francesa Claire Launay, na semifinal, por 3 sets a 2 (7/11; 10/12; 11/9; 11/5 e 11/5).

Por equipes, Joyce e Catia triunfaram nos dois compromissos na fase de grupos da Classe 2-5, contra a França e Tailândia/Taipei, ambos por 2 sets a 0. Na semifinal, vitória sobre a Tailândia por 2 jogos a 1, enquanto, na decisão pelo ouro, 2 jogos a 0 sobre Suécia/Grã-Bretanha.

Na Classe 4-5, Ecildo fez parceria com o espanhol Francisco Sayago e venceu as duas partidas na primeira fase: 2 jogos a 1 sobre a França e 2 a 0 sobre a Tailândia. Na semifinal, porém, derrota para Taipei por 2 jogos a 0.

Já Lucas Carvalho, que atuou com o irlandês Anthony David na Classe 10, também triunfou nos dois confrontos no grupo, 2 jogos a 0 em cima da Tailândia e de Porto Rico. Nas quartas, vitória sobre a Espanha 2, por 2 a 0, porém, na semifinal, derrota para a Espanha 1, por 2 a 0.

Vale lembrar que Lucas Carvalho já havia conquistado o bronze no individual Classe 10 no torneio de Juniores.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br