A volta triunfal de Letícia Nakada na Copa Brasil Sul-Sudeste: atleta é campeã do absoluto A

31/03/2019 13:10

Jogadora estava afastada desde 2016 e volta com título, batendo as fortes Bruna Alexandre e Caroline Kumahara na trajetória

FOTO: Letícia Nakada foi campeã do absoluto A. Crédito: Daniel Zappe/CBTM

 

São Paulo (SP), 31 de março de 2019.

CLAUDIA MENDES E LUCAS MATHIAS *

Letícia Nakada (Ass. Nikkei de S.José dos Campos-SP) foi a grande campeã da categoria absoluto A na Copa Brasil Sul-Sudeste, disputada no Centro Paralímpico Brasileiro, na capital paulista. Ela derrotou na decisão Bruna Alexandre (S.E.R.C.Santa Maria/São Caetano-SP), por 3 a 0 (11/9, 11/7 e 11/5). É a primeira competição nacional da atleta desde que retornou ao tênis de mesa.

Letícia tinha parado para fazer o cursinho para a Faculdade de Medicina. Passou na Universidade de São Paulo (USP) e está cursando. Na própria Faculdade, voltou a treinar. E veio jogar. Na trajetória, derrotou também Caroline Kumahara, nas quartas de final, com um impressionante 3 a 0. A campeã treinava com ela e com Bruna Alexandre antes de 2016.

"Foi um retorno maravilhoso. Bom jogar, pois foi em São Paulo. Gostaria muito de conciliar as duas coisas. A final foi muito disputada, um ótimo jogo. A estrutura do evento perfeita. Muito feliz em ter retornado com o título", disse, com largo sorriso.

Por sua vez, Bruna Alexandre não conseguiu repetir a medalha de ouro conquistada na Copa Brasil de março do ano passado, em Concórdia. Bem melhor condicionada fisicamente, Bruna fez uma ótima competição entre os olímpicos (é da classe 10 paralímpica) e fez questão de reconhecer os méritos da adversária:

“Ontem tinha jogado com a Letícia e consegui impor mais meu jogo. Hoje, ela estava imbatível! Ela acertou tudo, jogou em um nível muito alto. Não joguei mal, ela mereceu, mesmo. Estou sem palavras. É surpreendente o que ela jogou hoje, não só por ter ganho de mim, mas também da Kumahara e da Alexia Nakashima, na semifinal”.

Antes de parar de jogar, Leticia Nakada era considerada uma das maiores promessas do tênis de mesa brasileiro. Ao lado de Bruna Takahashi, ela foi a primeira campeã de uma etapa do Circuito Mundial na História (em 2015, no Aberto do Chile). Agora, retorna com a força total. Pois quem sabe, nunca esquece.

 

*Lucas Mathias, estagiário sob a supervisão da assessoria de imprensa

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa