Após pequenas férias, Hugo Calderano estreia nesta terça-feira no Aberto da Coreia do Sul

16/07/2018 15:27

Ao lado do francês Simon Gauzy, brasileiro estreia no torneio de duplas contra parceria chinesa. Disputas individuais começam na quinta-feira

FOTO: Hugo Calderano estreia no Aberto da Coreia. Crédito: ULTM

 

Daejeon (KOR), 16 de julho de 2018.

Por: Assessoria de Comunicação - CBTM

Após pequenas férias, chegou a hora de o brasileiro Hugo Calderano voltar a mostrar seu talento nas mesas pelo mundo. Ao lado do francês Simon Gauzy, o décimo melhor mesa-tenista do planeta estreia nesta terça-feira (17), às 8h10, no Aberto da Coreia do Sul, em Daejeon, contra a parceria formada pelos chineses Liang Jingkun e Yan Na. A expectativa maior fica por conta da estreia no torneio individual, na quinta-feira, onde Calderano é um dos cabeças de chave.

Será a primeira competição do brasileiro após pequeno descanso, de apenas dez dias. Imediatamente depois desta competição, encara o Aberto da Austrália, outra competição nível platinum do Circuito Mundial, equivalente ao Grand Slam do tênis de mesa.

Calderano está animado e promete dar trabalho aos adversários nesta primeira competição do segundo semestre.

“Depois da Copa Pan-Americana, tive alguns dias de descanso no Brasil e voltei aos treinos na Alemanha. Ainda não estou no meu auge físico, mas me sentindo bem e pronto para jogar no meu melhor nível na Coreia do Sul e na Austrália”, avisa o brasileiro.

Neste retorno, Calderano jogará pela primeira vez entre os Top-10 mundiais. Ele alcançou a décima colocação no ranking mundial no início do mês. Mais uma responsabilidade para o jovem mesa-tenista, que busca uma medalha nos Jogos Olímpicos, objetivo cada vez mais longe de ser apenas um sonho. Apesar de faltarem apenas dois anos para os Jogos de Tóquio, Calderano quer dar um passo de cada vez.

“Os Jogos Olímpicos são uma competição muito especial, mas o treinamento vai sendo ajustado ao longo do ciclo, considerando todas as outras competições importantes. A meta é evoluir consistentemente e alcançar bons resultados com regularidade, até chegar em 2020 pronto para brigar por uma medalha”, explica.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa