Atletas do Amapá mostram força e estão perto da classificação no Sub-21

13/06/2012 13:35

Primeiro dia de competição no Aberto do Brasil, etapa válida pelo World Tour 2012, disputado na cidade de Santos, litoral paulista. Nesta primeira jornada de jogos acontece a disputa do torneio Sub-21, pela fase de grupos.

Destaque para os atletas do Amapá, Luan Morais e Caio Silva, que venceram na primeira rodada em seus respectivos grupos e estão bem próximos da classificação. Luan assegurou a liderança do Grupo 6, que tem ainda os atletas Adriel Di Salvo, da Argentina e o brasileiro Gabriel Pereira. Agora depende do resultado do último jogo para garantir sua vaga na chave principal.

Já Caio caiu em uma chave forte, só com brasileiros e obteve uma vitória e uma derrota. Assim como seu companheiro, depende do último jogo para saber se ficará com a vaga. Estão na disputa Nicolas Santos e Massao Kohatso. Os resultados mostram a curva ascendente da modalidade no Amapá, se fazendo presente entre os destaques do Tênis de Mesa nacional.

O Amapá vive um momento muito especial, o talento da nova geração fez com que uma onda de entusiasmo e credibilidade norteasse as ações desportivas do poder público para a modalidade. O atual Secretário Estadual do Desporto e do Lazer, Luiz Pingarilho, tornou-se a mola propulsora na construção do projeto “Amapá Olímpico” que busca proporcionar condições ideais de treinamento aos talentos amapaenses classificados com potencial olímpico pela CBTM.

- Acredito no trabalho da Federação local e vibramos com as conquistas desses meninos do tênis de mesa, queremos que eles fiquem no Amapá e estamos nos empenhando para tornar isto possível, buscamos em Cuba a contratação de um técnico de alto rendimento e nossa condição de Zona Franca de livre comércio, nos permitirá trazer equipamentos de alta tecnologia a custos realmente baixos, no momento investimos nas políticas de intercâmbio e nas competições nacionais e a partir desta convocação pro Aberto do Brasil passaremos, também, a apoiar nos eventos internacionais --- comentou o Secretário.

A participação de uma delegação do Amapá em uma competição deste nível era algo inimaginável, sem dúvidas uma prova real do crescimento da modalidade no Estado, os atletas além de competirem terão a oportunidade de conviver de perto com seus ídolos mundiais, de visualizarem a rotina de um atleta profissional, trazendo na bagagem um excesso de motivação para que no extremo norte do País continuem acreditando no sonho olímpico.