Atual nº 1 do Ranking infantil comemora mudança que transformou sua carreira

24/07/2013 15:36

O atleta Matheus Shimoki conquistou a medalha de ouro na categoria infantil da etapa de Manaus do Circuito Copa Brasil. Essa foi esta terceira e última competição da temporada promovida pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa na região Centro-Norte-Nordeste e aconteceu no ginásio do Shopping Studio 5, com mais de 200 competidores.

O representante do Santo André/ADSA/XIOM – SP superou na final Gabriel Leoni de Oliveira Penha, da APTM Joaçaba – SC, em uma final emocionante, que terminou 3 a 2,com parciais de 11-5, 12-14, 11-9, 10-12, 11-8. Na terceira posição terminaram Manoel Jeronimo Batista Neto da Associação Esportiva Lassalista – AM, e Renan Turiel Costa Silva, da AABB Brasília/Rizzone.

Matheus teve o primeiro contato com o esporte por diversão, aos nove anos de idade, em um clube da cidade de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, um dos principais centros da modalidade no país, local onde vive e sempre treinou o maior astro da modalidade de todos os tempos, Hugo Hoyama, que continua servindo de inspiração para muitos meninos e meninas.

Prestes a completar 15 anos, o fã do chinês Zhang Jike que curte música eletrônica e internet, assim como qualquer adolescente, se transformou em um atleta de alto nível, que atualmente ocupa o nº 1 do Ranking da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa na categoria infantil e tem como sonho disputar uma Olimpíada.

Matheus foi campeão por equipes no Sul-americano infantil de 2013, campeão em duplas no Aberto da Argentina e na Copa Brasil Sul Sudeste II, em Maringá. Antes disso, em 2011, uma mudança ajudou em seu crescimento. O atleta chegou ao Campeonato Brasileiro como um dos favoritos, mas acabou eliminado.

Em busca de outros caminhos e um novo rumo na carreira, aceitou o convite do técnico Lee Kou Tin, de Santo André, que já está há anos no Brasil e deu de novo motivação de treino para o atleta, que não obteve bons resultados em 2012, mas mesmo assim já conseguiu chegar a duas semifinais nas seletivas que definiram a equipe infantil do Brasil

--- Esse ano fui campeão em um treinamento seletivo realizado pelo técnico Lincon Yasuda no mês de fevereiro e finalmente consegui a vaga da seleção infantil. Fui campeão Sul-americano por equipes e consegui chegar até as quartas no individual. Depois do título em Manaus e a liderança do ranking nacional, tenho a sensação de que tudo é possível e de que consegui uma grande virada --- afirmou o atleta.

A CBTM conta com recursos da Lei Agnelo/Piva – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.