Brasil é finalista do Latino-Americano na disputa por equipes

06/03/2018 17:30
Seleção feminina venceu a República Dominicana e a masculina derrotou Cuba nas semifinais. Disputa do ouro acontece nesta quarta-feira
 
FOTO: Jéssica Yamada venceu duas partidas contra a República Dominicana na semifinal. Crédito: Calixto N. Llanes/Periódico JIT
 
Rio de Janeiro (RJ), 06 de março de 2018.
Por: Assessoria de Comunicação - CBTM
 
O Brasil não decepcionou nas semifinais da competição por equipes do Campeonato Latino-Americano de Tênis de Mesa, disputadas na cidade de Havana, em Cuba. Nesta terça-feira (6/3), as equipes feminina e masculina venceram República Dominicana e Cuba, respectivamente, e se credenciaram para a disputa do título. As meninas enfrentam nesta quarta-feira a Argentina, às 11h (de Brasília), enquanto o time masculino encara o Chile, às 12h30 (de Brasília).
 
Na semifinal feminina, contra a República Dominicana, o Brasil tomou um pequeno susto. Lin Gui começou vencendo Eva Brito por 3 a 1. Mas, no segundo jogo, Bruna Takahashi foi superada por Esmerlyn Castro. A cubana abriu 2 a 0 em sets, Bruna se recuperou e empatou a partida, mas acabou derrotada no quinto set.
 
No jogo de duplas, as brasileiras voltaram a dominar a mesa, com Lin Gui e Jéssica Yamada batendo Esmerlyn Castro e Yasiris Ortiz por 3 a 0. Jéssica Yamada venceu o quarto jogo, contra Eva Brito, também por 3 a 0, fechando a disputa em 3 a 1.
 
“Foi um confronto relativamente tranquilo. A Bruna perdeu o jogo dela, pois teve dificuldades com o tempo de bola da adversária no começo da partida. Ela mostrou poder de reação, mas acabou perdendo o quinto set por 11 a 9. São lições que a gente aprende. A Jéssica e a Lin jogaram tranquilas. Agora é concentrar para a decisão amanhã”, analisou o técnico Hugo Hoyama.
 
O time masculino teve muito mais dificuldades. Vitor Ishiy derrotou Jorge Campos, no primeiro jogo, por 3 a 2. Eric Jouti bateu Livan Martinez por 3 a 1. Até ali, a impressão que dava era de que os brasileiros passariam para a final com certa facilidade.
 
Mas o jogo virou. Com o apoio da torcida presente ao ginásio, a dupla Juan Rondon e Livan Martinez não tomou conhecimento dos brasileiros Thiago Monteiro e Vitor Ishiy, ganhando por 3 a 0. O resultado motivou Jorge Campos, que bateu Thiago Monteiro por 3 a 2. Coube a Eric Jouti a missão de classificar o Brasil. E ele não decepcionou: venceu Juan Rondon, por 3 a 1.
 
“O que pesou mais foi a tranquilidade para botar a bola na mesa na hora certa e fazer os adversários errarem nos momentos decisivos”, disse Hugo Hoyama, sobre a vitória dos meninos. 
 
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes - claudia@fatoeacao.com
Marcio Menezes – marcio@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

 

 
Siga a CBTM nas redes sociais:
 

 Facebook  Twitter  Instagram