Brasil conquista ouro nas duplas mistas do Latino-Americano Infantil

11/08/2018 00:01

Kenzo Carmo e Giulia Takahashi fazem campanha irretocável na Costa Rica e garantem o título. Brasil é vice-campeão em duplas femininas e masculinas  

FOTO: Giulia Takahashi conquistou ouro nas duplas mistas e prata em duplas femininas. Crédito: ULTM.

 

San José (CRC), 10 de agosto de 2018.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

O Brasil assegurou mais uma medalha de ouro nesta sexta-feira (10), no Campeonato Latino-Americano Infantil, em San José, na Costa Rica. Na disputa de duplas mistas, Kenzo Carmo e Giulia Takahashi fizeram ótima campanha, garantindo o título. Os nossos mesa-tenistas ainda chegaram perto de mais dois ouros, nas duplas femininas (Giulia Takahashi e Laura Watanabe) e masculinas (Kenzo Carmo e Joon Shim), mas foram derrotados nas decisões de títulos.

Na caminhada rumo ao ouro, Kenzo e Giulia passaram pelos colombianos Juan Vega e Juliana Lozada, pelos guatemaltecos Sergio Carrillo e Mariana Lopez, pelos porto-riquenhos Jabdiel Torres e Brianna Burgos, pelos colombianos Miguel Aguirre e Alejandra Alzate, e, finalmente, pelos chilenos Eusebio Vos e Macarena Montecinos. Na decisão, vitória por 3 sets a 2 (12/10, 7/11, 11/6, 6/11 e 11/8).

Além de Kenzo e Giulia, o Brasil teve mais uma presença no pódio de duplas mistas com Joon Shim e Laura Watanabe, que conquistaram a medalha de bronze. Na semifinal, eles perderam para a parceria chilena que enfrentou Kenzo e Giulia na final, por 3 a 1 (11/6, 6/11, 7/11 e 9/11). A outra dupla brasileira, Henrique Noguti e Fabiana Shintate, ficou nas oitavas de final.

Nas duplas femininas, Giulia Takahashi e Laura Watanabe ficaram com a prata, ao serem derrotadas pelas mexicanas Marbella Aceves e Arantxa Cossio Aceves, por 3 a 0 (7/11, 5/11 e 7/11). Kenzo Carmo e Joon Shim chegaram muito perto do título de duplas masculinas. Em jogo muito equilibrado, foram batidos pelos peruanos Joel Cisneros e Carlos Fernandez, por 3 a 2 (11/8, 10/12, 7/11, 11/6 e 10/12). A outra parceria brasileira, formada por Denis Oshiro e Henrique Noguti, deixou a competição na fase de 32.

“As meninas atuaram muito bem, ganhando todas as adversárias por 3 a 0 até a decisão, jogando com uma sintonia muito interessante. Infelizmente, não conseguiram encaixar o melhor jogo na final, mais por mérito das mexicanas. No masculino, o caminho foi bem mais difícil. Nas quartas e na semifinal, estivemos perdendo por 2 a 1 e viramos para 3 a 2. Na final, abrimos 1 a 0, permitimos a virada e encaixamos o jogo novamente, até chegarmos ao final do quinto set, quando pecamos um pouco. Mas o Joon e o Kenzo jogaram muito bem”, analisou o técnico Jorge Fanck.

Individual

O sábado apontará os campeões individuais do Latino-Americano Infantil. O Brasil contará com seis atletas na disputa. Denis Oshiro, Giulia Takahashi, Henrique Noguti e Kenzo Carmo passaram em primeiro lugar nos seus grupos, enquanto Fabiana Shintate e Laura Watanabe classificaram-se em segundo.

Outra grande briga está reservada além do título. Os campeões e vices de cada gênero estarão classificados para o Desafio Mundial de Cadetes, no final do ano, no Japão. Porém, se o vice-campeão for do mesmo país do vencedor da disputa, ele estará fora do torneio mundial, pois só um atleta de cada país pode obter uma das quatro vagas em cada naipe. As demais vagas serão disputadas no domingo, em um torneio especial.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa