Brasil conquista quatro medalhas no torneio de duplas do Campeonato Sul-Americano Pré-Mirim e Mirim

26/05/2019 14:32

Brasileiros garantiram três pratas e um bronze no penúltimo dia de disputas. Torneio individual fecha a competição

 

Cuenca (EQU), 26 de maio de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

A delegação brasileira em Cuenca, no Equador, tem bons motivos para comemorar a conquista de medalhas no Campeonato Sul-Americano Pré-Mirim e Mirim. Na noite de sábado (25), foram mais quatro: três de prata e uma de bronze, pelos torneios de duplas – ao todo, foram seis disputados.

Foram três torneios por categoria (masculino, feminino e duplas mistas), com duas medalhas brasileiras para cada: No pré-mirim, Davi Fujii e Hamilton Yamane foram vice-campeões, sendo batidos na final pelos colombianos Emanuel Otalvaro e Sebastian Bedoya, por 3 a 1 (7/11, 9/11, 11/4 e 8/11). Entre as meninas, Gabrielle Pincerato e Julia Hatakeyama ficaram com o bronze, caindo na semifinal para as peruanas Natzumi Aquije e Isabella León, por 3 a 0 (7/11, 9/11 e 9/11).

No mirim, a primeira medalha veio no masculino. Leonardo Iizuka e Augusto Andrade foram superados pelos colombianos Emanuel Yepes e Samuel Olhgisser, por 3 a 0 (10/12, 8/11 e 7/11), na decisão do título. Nas duplas mistas, novamente os colombianos tiraram a chance de ouro dos brasileiros: Leonardo Iizuka e Beatriz Kanashiro caíram para Emanuel Yepes e Ana Isaza, por 3 a 2 (11/7, 11/5, 7/11, 7/11 e 9/11).

Para Andrews Martins, técnico das categorias de base da Seleção, o resultado deve ser ainda mais valorizado pela dificuldade de treinamento do jogo de duplas. De acordo com ele, como cada atleta da Seleção, nesta faixa de idade, treina em um clube diferente, fica ainda mais difícil acertar o entrosamento:

“Eu vi com bons olhos, as duplas. A gente tem uma dificuldade nesta categoria: o Brasil é gigante, os clubes são distantes. Mesmo os clubes de São Paulo não têm oportunidade de treinar junto. Trabalhamos dentro do possível”, contou.

“Como não temos esse treinamento dentro da Seleção, fomos muito bem. As duplas de outros países que chegaram bem treinam juntas.  E nós colocamos quatro duplas entre os finalistas”, complementou Martins.

Neste domingo (26), o Campeonato Sul-Americano terá seu encerramento, com a disputa do torneio individual.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
                                                         

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

Lucas Mathias (estagiário)

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa