Brasil fecha participação no Torneio Individual com 23 medalhas

28/06/2012 21:27

O investimento feito pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa nos atletas da nova geração deu resultados. Nessa quinta-feira, a Seleção Paralímpica de Jovens conquistou três ouros e um bronze nas disputas do Torneio Individual da X Copa Tango 2012, realizada na cidade de Buenos Aires, Argentina.

Assim, o Brasil encerrou sua participação com um total de 23 medalhas, seis ouros, quatro pratas e treze bronzes, uma campanha que já coloca o país como provável campeão do Troféu Eficiência. Nessa sexta-feira começam as disputas do Torneio de Equipes e mais uma vez os brasileiros devem conquistar muitas medalhas.

Os atletas Guilherme Costa (classe 2), Luiz Filipe Manara (classe 8) e Erick Higa (classe 9) venceram suas categorias com 100% de aproveitamento. A jovem Jennyfer Parinos (classe 10) ficou com o bronze.

Em uma competição de grupo único, com apenas quatro atletas, Guilherme Costa enfrentou e venceu os compatriotas Hemerson Kovalski e Lacordaire Segundo, além do argentino Carlos Duarte.

Luiz Filipe Manara era o único brasileiro na classe 8 e se saiu muito bem. Venceu na fase de grupos o chileno Felipe Corbalan, por 3 a 0 (11-5, 11-6, 11-7) e o argentino Pablo Krotsch, também por 3 a 0 (11-7, 11-5, 11-6). Na semifinail superou o argentino Fabian Selvaggi por 3 a 1 (11-6, 8-11, 11-6, 11-3) e na final venceu com tranqüilidade o experiente chileno Ruperto Morales, por 3 a 0 (11-7, 11-9, 11-6).

Erick Higa teve que enfrentar alguns excelentes atletas brasileiros no seu caminho para o ouro. O primeiro jogo foi contra o carioca Mario Costa, a quem venceu por 3 a 0 (11-4, 11-3, 11-9). No seu grupo foram mais duas vitórias por 3 a 0, contra o chileno Valentin Letelier (11-2, 11-8, 11-9) e o venezuelano Jorge Garcia (11-4, 11-2, 11-4).

Na semifinal passou pelo colombiano Diego Velandia por 3 a 1 (3-11, 11-6, 11-4, 11-6) e conquistou o ouro contra o campeão por equipes do Parapan de Guadalajara, Guilherme Ifanger, em jogo equilibrado, por 3 a 2 (5-11, 11-6, 12-10, 4-11, 11-5).

O bronze de Jennyfer Parinos também foi valioso, visto que enfrentou na semifinal a representante brasileira da classe 10 nos Jogos Paralímpicos de Londres e vencedora de seis ouros nos últimos seis eventos internacionais: Bruna Alexandre. Na fase de grupos, Jennyfer jogou e perdeu para a argentina Analia Longhi, por 3 a 0 (8-11, 8-11, 8-11) e venceu a brasileira Dina Abreu pelo mesmo placar. (11-9, 11-3, 11-9).

Na semifinal perdeu por 3 a 0 para Bruna Alexandre (10-12, 5-11, 7-11) e conquistou o bronze contra a brasileira Simone Vieira (11-4, 11-3, 11-6).

--- Esse desempenho da Seleção Paralímpica de Jovens enche de esperanças para resultados nos Jogos Paralímpicos do Rio 2016 --- afirmou o Líder de Seleções Victor Lee.

Clique aqui e confira a lista completa com os premiados!