Brasil garante duas medalhas no torneio de duplas mistas do Campeonato Pan-Americano Juvenil

27/06/2019 22:00

Atletas do país vencem todos os jogos na fase de grupos do individual e Brasil terá força máxima nas eliminatórias em Cancún

FOTO: Rafael Torino é um dos semifinalistas do torneio de duplas mistas. Crédito: ULTM.

 

Cancún (MEX), 27 de junho de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

Depois de uma disputa intensa no torneio de equipes do Campeonato Pan-Americano Juvenil, um dia repleto de bons resultados para os brasileiros. Nesta quinta-feira (27), os nossos atletas iniciaram a participação no torneio individual, em Cancún, no México, com aproveitamento máximo. Nas disputas de duplas mistas, duas medalhas garantidas, com as parcerias Rafael Torino/Giulia Takahashi e Guilherme Teodoro/Livia Lima.

Rafael e Giulia classificaram-se para a semifinal do torneio ao baterem, nas quartas de final, os norte-americanos Michael Minh Tran e Rachel Sung, por 3 a 0 (11/6, 11/7 e 12/10). Antes, superaram os mexicanos Dario Arce e Clio Barcenas, na fase de 32, e, os chilenos Nicolas Burgos e Valentina Rios, nas oitavas.

Guilherme e Livia iniciaram batendo os chilenos Sebastian Gonzalez e Macarena Montecino, na fase de 32. Depois, superaram os norte-americanos Victor Liu e Rachel Yang, nas oitavas de final. Finalmente, no jogo que valia a vaga na semifinal e a garantia de medalha, vitória sobre os porto-riquenhos Gabriel Perez e Fabíola Diaz, por 3 a 1 (6/11, 11/5, 11/6 e 11/8).

A parceria de Lauro Sebold e Laura Watanabe caiu na fase de 32 para os chilenos Jorge Paredes e Natalie Ramos, por 3 a 1 (11/5, 7/11, 9/11 e 10/12).  Os jogos das semifinais e finais do torneio de duplas mistas acontecem nesta sexta-feira.

Individual

Treze vitórias em treze jogos. Os cinco brasileiros na disputa na fase de grupos do individual venceram todos os confrontos e o país terá força máxima nas eliminatórias.

Giulia Takahashi e Laura Watanabe, no feminino, se juntam a Livia Lima, pré-classificada. Por sua vez, Eduardo Tomoike, Lauro Sebold e Rafael Torino, no masculino, estarão ao lado de Guilherme Teodoro, também classificado sem a necessidade de passar pelos grupos.

Entre as meninas, destaque para Giulia Takahashi. Ela venceu todos os confrontos por 3 a 0 no grupo 10, que tinha a guatemalteca Mercedes Mendizabal, a costa-ricense Sharon Diaz e a mexicana Iris Garcia. Laura Watanabe também venceu duas partidas por 3 a 0 no grupo 11, e teve uma partida mais equilibrada diante da porto-riquenha Brianna Burgos, em que venceu por 3 a 2.

Entre os meninos, Rafael Torino venceu os dois jogos do grupo 2 por 3 a 0. Eduardo Tomoike perdeu apenas um set nas duas partidas do grupo 3, enquanto Lauro Sebold teve apenas um jogo mais complicado, diante do peruano Carlos Fernandez, vencendo por 3 a 2, com outras duas vitórias em que não perdeu sets.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
                                                         

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

Lucas Mathias (estagiário)

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa