Brasil vence na estreia no torneio de equipes mistas dos Jogos Olímpicos da Juventude

12/10/2018 19:32

Bruna Takahashi vence no individual e dupla garante sucesso no confronto da primeira rodada com malaios

 

Buenos Aires (ARG), 12 de outubro de 2018.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

O Brasil estreou com vitória no torneio de equipes mistas dos Jogos Olímpicos da Juventude. Na tarde desta sexta-feira (12), no Parque Tecnópolis, em Buenos Aires (ARG), os brasileiros Bruna Takahashi e Guilherme Teodoro bateram os malaios Javen Choong e Alice Li Sian Chang por 2 a 1, na primeira rodada do Grupo H.

Neste sábado, o Brasil joga as duas partidas restantes da fase de grupos. Na segunda rodada, às 11h30 (horário local e de Brasília), o adversário será o forte time do Egito, com Marwa Alhodaby (16ª do ranking Sub-18) e Youssef Abdel-Aziz (quinto do ranking Sub-18 e 347º do ranking adulto). Os egípcios também venceram na primeira rodada.

Na terceira rodada, às 19 horas, os brasileiros enfrentam a equipe Europa 5, composta pela eslovena Aleksandra Vovk (61ª do ranking Sub-18 e 336ª do ranking adulto) e o moldavo Valdislav Ursu (64º do ranking Sub-18 e 831º do ranking adulto).

No confronto desta sexta-feira, Bruna Takahashi iniciou vencendo Alice Li Sian Chang, por 3 sets a 0 (11/7, 11/5 e 11/7), em jogo onde demonstrou muita paciência e poder de decisão nos momentos mais difíceis. Pouco depois, foi a vez de Guilherme Teodoro, que teve um confronto bem mais equilibrado com Javen Choong. O malaio foi muito feliz nos contra-ataques e venceu por 3 sets a 2 (12/10, 4/11, 8/11, 11/5 e 9/11). Na partida de duplas mistas, os brasileiros tiveram uma grande atuação, garantindo finalmente o triunfo brasileiro, por 3 a 0 (11/8, 11/9 e 11/8).

Bruna Takahashi, que venceu as duas partidas do dia, ressaltou que o entrosamento com Guilherme Teodoro funcionou bem. Mas prevê dificuldades no primeiro duelo deste sábado.

“A dupla mista é bem importante nos confrontos. Acho que a gente conseguiu se entrosar bem nessa partida. Amanhã é outro estilo de jogo, a egípicia é atacante. Vou ter de me adaptar rápido. A equipe deles está muito forte, são cabeças do grupo”, analisou.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa