Brasileira Thais Severo conquista o título da Copa Costa Rica Paralímpica

06/12/2018 21:17

Goiana venceu nas classes 2-3 feminino. Oito brasileiros também conquistam medalhas de prata e bronze na América Central

FOTO DE ARQUIVO: Thais Severo conquistou o ouro. Crédito: Christian Martinez/RGB Studios.

 

San Jose (CRC), 6 de dezembro de 2018.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

A goiana Thais Severo foi a grande campeã da Copa Costa Rica Paralímpica de Tênis de Mesa. Nesta quinta-feira (6), ela venceu a cubana Yanelis Zamora, por 3 a 2 (7/11, 11/8, 11/7, 7/11 e 11/5), na decisão das classes 2-3 feminino, garantindo a medalha de ouro.

Thais teve uma campanha irretocável no torneio. Ela passou em primeiro lugar no grupo, com vitórias por 3 a 0 sobre a americana Cynthia Ranii e a venezuelana Ana Aurora Alvarez. Na semifinal, ela bateu a também brasileira Marliane Santos, pelo mesmo placar (11/8, 11/4 e 11/9). Marliane ficou com a medalha de bronze.

"Estou feliz em conquistar esse título. Consegui esse bom resultado na final contra uma forte atleta veterana, que já foi campeã de Parapan e estará em Lima 2019. Agora, estou com mais gás para jogar a Seletiva do Parapan, na próxima semana", avisou Thais.

Além de Thais e Marliane, outros sete brasileiros também conquistaram medalhas. Destaque para Lucas Carvalho, na classe 9 masculino, que ficou com a prata ao perder a decisão para o russo Iurii Nozdrunov, por 3 a 0 (11/2, 11/6 e 11/8).

Na mesma classe, Flávio Seixas foi bronze. Ele perdeu a semifinal exatamente para Lucas Carvalho, por 3 a 2 (11/9, 11/7, 7/11, 10/12 e 3/11). Na classe 4, Alexandre Ank e Ecildo Lopes também ficaram com o bronze, ao serem batidos pelos chilenos Maximiliano Ávila e Cristian Astete, respectivamente, assim como Claudio Massad, na classe 10, que foi superado pelo colombiano Alvaro Alvarez na semifinal.

Entre as mulheres, mais duas medalhas de bronze, completando as conquistas do Brasil no torneio individual. Na disputa das classes 6-8, Elem Silva foi eliminada na semifinal pela russa Victoriya Safonova. Raiza da Silva, nas classes 4-5, foi superada pela russa Aleksandra Vasileva, pela alemã Lisa Hentig e pela venezuelana Evelyn Garcia, em disputa de grupo único.

Outros nove brasileiros participaram do torneio individual da Copa Costa Rica, mas não conquistaram medalhas. Juliana Silva caiu na fase de grupos da classe 2 feminino, assim como Millena França e Aline Ferreira, nas classes 6-8. Entre os homens, Jean Carlo Padilha, na classe 3; Alexon Piccolin, na classe 8; Mario Luis Ribeiro, na classe 9; e, Basilio de Oliveira e Alexandre Alfon, na classe 10, também ficaram na fase de grupos. Francisco Wellington, que passou em primeiro lugar no seu grupo da classe 8, acabou batido pelo canadense Ian Kent, nas quartas de final.

A Copa Costa Rica prossegue até sábado, com a disputa por equipes.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa