Brasileiros conquistam ouro no pré-mirim e no mirim por equipes no Sul-Americano

24/05/2019 16:36

Felipe de Lara e Felipe Okano garantiram o título em uma final, enquanto Augusto Andrade e Leonardo Iizuka fizeram o mesmo na outra em Cuenca

FOTO: Augusto Andrade e Leonardo Iizuka comemoram o título no mirim com o técnico Andrews Martins. 

 

Cuenca (EQU), 24 de maio de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação - CBTM

A sexta-feira (24) foi de medalhas para o Brasil no Campeonato Sul-Americano Pré-Mirim e Mirim de Tênis de Mesa, que está sendo disputado em Cuenca, no Equador. Pelos torneios por equipes masculinos, dois ouros: para Felipe de Lara e Felipe Okano, no pré-mirim; e para Leonardo Iizuka e Augusto Andrade, no mirim.

O resultado no pré-mirim teve grande relevância. Em final contra a equipe da Colômbia, considerada a favorita no torneio, Felipe de Lara e Felipe Okano saíram atrás no placar, que estava 2 a 1 para os adversários. A reação veio, porém, e o confronto terminou em 3 a 2, para a alegria dos brasileiros:

“É muito bom quando a gente chega na final e consegue virar o jogo. Estava 2 a 1 para a Colômbia, eu estava muito nervoso. Mas confiava no meu jogo, treinei muito. Agora, estamos aqui para tentar mais uma medalha”, vibrou Felipe de Lara, que também participou do Hopes Sul-Americano representando o Brasil, na última semana, ficando em terceiro lugar.

Na categoria mirim, a vitória ficou na conta de Leonardo Iizuka e Augusto Andrade, que venceram a equipe venezuelana pelo placar de 3 a 1 – desta vez, confirmando o favoritismo brasileiro na final do torneio.

“Estou muito feliz por ter encerrado um ciclo com o Léo Iizuka com título. Estou com ele desde o sub-8, sub-9. Conseguimos, mais uma vez, o título no último ano dele no sub-13. A partir de amanhã, vamos brigar nas duplas e tentar o geral”, comentou o técnico Andrews Martins, que acompanha os atletas no Equador.

De acordo com ele, o saldo é bastante positivo até o momento. O bom nível dos atletas brasileiros, para o técnico, é o que trouxe bons resultados nestes primeiros dias de competição:

“Viemos com uma das delegações mais competitivas que viajei ao longo dos últimos anos. Todos os atletas bem embasados. Classificamos seis dos oito mesa-tenistas para as fases finais. Das seis equipes, quatro ganharam medalhas. E dessas quatro, duas foram campeãs. Foram dois ouros e dois bronzes”, vibrou Martins.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

Lucas Mathias (estagiário)

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa