Brasileiros disputam Campeonato Mundial de Veteranos em Las Vegas

20/06/2018 18:13

Dos 40 aos 90, todo mundo está na mesa. Atleta de 45 anos supera sobrepeso e conquista vitória nas duplas

FOTO: Ary Almeida (esq.), Nelson Abel (centro) e Edson Leguth (dir.). Crédito: Arquivo Pessoal

 

Rio de Janeiro (RJ), 20 de junho de 2018.

Por: Assessoria de Comunicação - CBTM

Não há limite para idade, tempo e nem superação. Isso está sendo provado mais uma vez no Campeonato Mundial de Veteranos, que está sendo disputado em Las Vegas, nos Estados Unidos. Atletas do mundo inteiro, em diversas categorias, dos 40 aos 90 anos, estão por lá mostrando que o tênis de mesa é muito mais que uma modalidade esportiva: é estilo de vida. A competição termina no próximo domingo (24).

Entre os brasileiros, mais uma história de superação, dentre tantas do esporte: Ary Almeida, de 45 anos, é um iniciante em competições internacionais. Sua vida seria igual a de qualquer pessoa. Mas muitos irão se identificar com esse atleta.

O tênis de mesa sempre foi uma paixão para Ary. Mas pesando 159 quilos era impossível ter mobilidade e habilidade para a prática do esporte. Foi quando se submeteu à cirurgia bariátrica e a vida mudou. Em 2014, voltou a praticar a modalidade que tanto curte:

“Foi uma dupla vitória na minha vida. Hoje estou com 92 quilos e muita coisa pela frente”, comemora o mesa-tenista, que venceu a dupla francesa Patrice Cruchet/Janick Guy, em parceria com Edson Leguth.

Ele treina quase que diariamente no Saldanha da Gama/Unisanta, em Santos, juntamente com Pedro Ferauche e Emerson Maeda. Segundo ele, nestes quatro anos, pratica o tênis de mesa com qualidade, sob a coordenação de Guilherme Simões.

Agora, na terra dos cassinos, quem dá as cartas é esse brasileiro que deu aula de superação. Ficou provado que não há limites quando o sinal de mudança é acionado:

“Está sendo uma experiência fantástica. Não só nos jogos, mas também nos treinos com atletas de outros países. Eles nos ajudam a corrigir pontos negativos e aprimorar os positivos”, conclui Ary, que também disputa no individual.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Marcio Menezes – marcio@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa