Bruna Takahashi aponta palavras de ordem para o Mundial: confiança e motivação

23/04/2018 15:58

Ela é um dos destaques brasileiros da competição que reúne os tops do planeta, na Suécia

Crédito da Foto: Calixto N. Llanes/Periódico JIT

 

Rio de Janeiro (RJ), 23 de abril de 2018.
Por: Assessoria de Imprensa - CBTM

Os melhores mesa-tenistas do mundo têm data e lugar marcados para um encontro especial: a partir do próximo domingo (29/4), em Halmstad, na Suécia, para a disputa do Campeonato Mundial de Tênis de Mesa por Equipes. Adrenalina, rivalidade, técnica e talento estarão em jogo. E, dentre todas essas feras da modalidade, vai estar Bruna Takahashi, 17 anos, 89ª colocada no ranking da ITTF, em seu segundo Mundial. Mas ela garante que o tal frio na barriga dá lugar a outros sentimentos:

“Me sinto bem preparada e focada para o campeonato. Com confiança e motivação”, comenta, lembrando que as outras companheiras de equipe (Lin Gui, Caroline Kumahara e Jéssica Yamada), também estão bem no aspecto da preparação.

“Acho que todas nós melhoramos em alguns aspectos (individuais) em relação ao último Mundial, em 2016. Tivemos mais torneios e oportunidades. Então, creio que estamos mais preparadas”, ressalta.

Sobre o período que antecedeu o Mundial, ela cita seu rendimento nas duas competições anteriores (Abertos da Eslováquia e Croácia) como bem satisfatórios. Quanto aos adversários da primeira fase (o Brasil integra o Grupo D, ao lado de Hong Kong, Coreia do Sul, Alemanha, Tailândia e Luxemburgo), Bruna sabe que a equipe não terá facilidade:

“É difícil ganhar em qualquer grupo que a gente esteja. Mas temos chances se todas trabalharmos juntas”, comenta, citando novamente o espírito do grupo.

Bruna tem seus planos e metas para um futuro bem próximo. Melhorar ainda mais sua posição no ranking está entre as prioridades. Mas não é a única. E ela não esquece de quem a ajuda diariamente nessa perspectiva:

“Minha meta não é apenas subir no ranking. Quero evoluir e ganhar de jogadoras tops. Tenho meus planos e meus técnicos me ajudam a montar e conseguir os objetivos”, finaliza, confiante.

 


A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes - claudia@fatoeacao.com
Marcio Menezes – marcio@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br
fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa