Calderano vence nas duplas e já conhece adversário de estreia no individual no Aberto da Austrália

25/07/2018 08:54

Ao lado de Simon Gauzy, brasileiro conquista boa vitória sobre neozelandeses. Desafio no individual será contra japonês

FOTO DE ARQUIVO: Hugo Calderano e Simon Gauzy venceram na Austrália. Crédito: ITTF.

 

Geelong (AUS), 25 de julho de 2018.

Por: Assessoria de Comunicação - CBTM

O brasileiro Hugo Calderano estreou com toda a força em Geelong, no Aberto da Austrália, competição nível platinum do Circuito Mundial. No início da manhã desta quarta-feira (25), ao lado do francês Simon Gauzy, ele derrotou a dupla de neozelandeses Dean Shu e Nathan Xu, por 3 a 0 (11/7, 11/6 e 11/7). Nas oitavas de final, um difícil duelo para a parceria: enfrentarão os alemães Patrick Franziska e Ricardo Walther, às 23h40 desta quarta-feira (horário de Brasília). Os dois alemães estão entre os vinte melhores jogadores de duplas da atualidade.

O adversário de estreia no individual também já está definido. Será o japonês Yuya Oshima, número 50 do ranking mundial, que veio da fase de grupos. A partida está marcada para a madrugada de quinta-feira, às 2h40. Se vencer, Calderano, o número 10 do mundo, terá pela frente nas oitavas de final o vencedor do duelo entre o nigeriano Quadri Aruna (20º do ranking) e o alemão Ricardo Walther (53º da lista), na sexta-feira, à 1h20 (de Brasília).

Pouco antes de começar a disputa na Austrália, Calderano falou sobre a expectativa de fazer uma boa atuação em mais um evento platinum do Circuito Mundial, a exemplo do que aconteceu na Coreia do Sul.

“Estou pronto para jogar no meu melhor nível na Austrália e espero conseguir mais um bom resultado. Fiquei satisfeito com meu desempenho no Aberto da Coreia. Podia ter ido mais adiante, mas o Lin Gaoyuan é um adversário muito forte e fez uma ótima partida”, ressaltou o brasileiro sobre o adversário que o eliminou nas quartas de final da última competição.

Estreia sem sustos

Calderano e Gauzy não tiveram muitas dificuldades na partida de duplas em que venceram os neozelandeses. Ao contrário do que aconteceu na Coreia do Sul, onde a dupla não se encontrou em momento algum, desta vez o domínio da partida foi total.

No primeiro set, a dupla chegou a abrir 7 a 1 no placar e depois administrou o jogo, até fechar em 11 a 7. Na segunda parcial, novamente arrasadores, Calderano e Gauzy abriram 5 a 1, chegaram a permitir que os adversários encostassem no placar, mas logo retomaram as rédeas do confronto e fecharam em 11 a 6. O terceiro set foi o único onde a dupla encontrou dificuldades, quando permitiu que os neozelandeses abrissem 3 a 1 no marcador e só conseguiram a igualdade em 6 a 6. Mas, na reta final, foram novamente precisos e encerraram a partida com 11 a 7.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa