Carioca acompanha o filho nos treinos de tênis de mesa, perde 40 quilos e vira campeã no esporte

29/03/2018 18:22

A curiosa história de Rosiane Viana: resolveu treinar com o filho para perder peso e hoje ganha medalhas no tênis de mesa

 

Crédito da foto: Christian Martinez/RGB Studios.

 

Concórdia (SC), 29 de março de 2018.
Por Claudia Mendes e Juliana Cumplido

 

Uma mãe levar o filho em um treino é algo natural. Incomum é quando a mãe resolve treinar junto com o filho, para não ficar sem fazer nada durante a aula. E muito mais incomum é quando ela resolve levar o esporte como forma de perder peso, se apaixona e vira uma campeã. Pois esta é a história de Rosiane Viana, advogada carioca, de 48 anos. Ela é uma das atletas da categoria de veteranos que disputam a Copa Brasil Sul-Sudeste, em Concórdia (SC).

Há três anos, Rosiane começou a acompanhar o filho, Anderson Viana, então com 15 anos, na Associação Carioca de Tênis de Mesa. Era uma forma de fazer com que ele perdesse peso. Na época, o garoto pesava 126 quilos. Deu certo. Ele perdeu 47 quilos desde então. Mas acabou dando muito mais certo para a mãe.

“Já que eu vou ter que esperar todo dia, vou treinar também, pensei. E comecei a praticar. Eu pesava 136 quilos. Perdi 40”, recorda.

Rosiane começou a treinar em fevereiro de 2015, mas só conseguiu se federar em julho. E logo começou a ganhar medalhas. Nas três últimas temporadas, ela foi uma das duas melhores atletas da sua categoria no país.

Ela gostou tanto da ideia, que resolveu investir em um projeto próprio. Junto com seu técnico, Luiz Macedo, reativou o tênis de mesa no Grêmio Social Esportivo Rocha Miranda. Hoje, o clube tem até um trabalho social, oferecendo oportunidades para crianças carentes, que também estudam no local.

A advogada não abandonou a carreira. Continua exercendo a profissão, diariamente, até o início da tarde. Depois, é hora de treinar pesado, até o final da noite.

Anderson, o filho, que começou toda essa história, preferiu focar nos estudos. Passou recentemente para a Faculdade de Direito da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ), uma das melhores do país. E Rosiane, que já fez muito mais do que uma mãe que levava o filho no treino, ainda tem um objetivo.

“Ainda falta perder mais 20 quilos. Vou conseguir”, avisa. Não duvidem dela.

 


A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes - claudia@fatoeacao.com
Marcio Menezes – marcio@fatoeacao.com
Juliana Cumplido (estagiária) - juliana@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br
fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa