Carla Maia e Juliana Silva encerram torneio por equipes do Aberto Paralímpico do México na quarta colocação

07/06/2019 16:11

Contra atletas de categorias acima, brasileiras conseguem vitória na última partida do torneio, em Cancún

FOTO: Juliana Silva (esq.) e Carla Maia (dir.) exibem a bandeira do Brasil em Cancún. Crédito: Arquivo Pessoal.

 

Cancún (MEX), 07 de junho de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

As mesa-tenistas Carla Maia e Juliana Silva encerraram, nesta sexta-feira (7), a participação no Aberto do México, competição do Circuito Mundial Paralímpico. No torneio de equipes, o resultado foi um quarto lugar, que pode ser considerado bom resultado, já que havia atletas das classes 2 a 5, com as brasileiras sendo da classe 2.

Carla e Juliana perderam os três primeiros jogos e venceram o último, contra a equipe formada pela mexicana América Aguilar Alvarez e pela japonesa Mayumi Ozawa, por 2 a 0. América, por exemplo, é de uma classe acima.

“Esse quarto lugar foi conquistado com perseverança! Fomos aprendendo a cada jogo, melhorando. Fazendo a estratégia certa, conseguimos vencer uma categoria com mais movimento que a gente. Estamos muito felizes”, comemorava Carla Maia, que citou as dificuldades encontradas pela falta de entrosamento:

“Como não treinamos juntas, o início foi mais complicado. Mas melhoramos a cada jogo. Eu estava passando mal no início do último jogo por equipes e a Juliana segurou as pontas. Acabamos vencendo na estratégia”.

Carla detalhou o problema com a baixa de pressão na partida que determinava a colocação final das brasileiras no torneio: “Foi no primeiro set. Entrei passando muito mal, só devolvia a bola. Pensava em devolver na mesa para não desmaiar. No intervalo eu passei água na nuca e fui melhorando”.

As duas atletas terminaram as disputas individuais, na última quinta-feira, com medalhas de bronze. Esta foi uma das últimas competições da Carla antes da disputa do Parapan, em Lima, que acontece no final de agosto.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
                                                         

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

Lucas Mathias (estagiário)

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa