Cazuo Matsumoto vence e fica perto da fase principal do Aberto da Polônia

13/03/2018 17:07
Brasileiro bate irlandês Zak Wilson na estreia e avança em caso de triunfo sobre tcheco na quarta-feira
 
FOTO DE ARQUIVO: Cazuo Matsumoto teve uma boa estreia na Polônia. Crédito: Chritian Martinez - RGB Studios.
 
Rio de Janeiro (RJ), 13 de março de 2018.
Por: Assessoria de Comunicação - CBTM
 
Cazuo Matsumoto foi o destaque do Brasil nesta terça-feira (13), primeiro dia do Aberto da Polônia, torneio Nível Challenge do Circuito Mundial de Tênis de Mesa. Ele derrotou o irlandês Zak Wilson por 4 a 1, parciais de 11/5, 12/10, 11/4, 9/11 e 11/9, em jogo do Grupo 20 da categoria adulto.
 
Com o resultado, uma vitória sobre o tcheco Ondrej Bajger nesta quarta, 7h10 (de Brasília), garante o brasileiro na chave principal do evento. Lá já está Eric Jouti, um dos 32 cabeças de chave, que espera até quinta-feira, dia 15, para entrar em quadra contra adversário  ainda a ser definido.
 
"Hoje joguei bem contra o irlandês. Consegui variar bastante meu saques e a recepção. O jogo de amanhã com certeza vai ser mais difícil, então preciso me preparar bem", reconhece Matsumoto.
 
Inscrito tanto na sub-21 como na categoria adulto, Carlos Ishida não teve um bom dia em Spala. Começou enfrentando o norueguês Borgar Haug e, após jogo parelho, foi superado por 3 a 2 (8/11, 11/3, 10/12, 11/9 e 4/11), em partida válida pelo Grupo 9 da categoria sub-21. Depois, perdeu de virada para Chen Chun-Hsiang (TPE) por 4 sets a 1 (11/6, 6/11, 7/11, 4/11 e 9/11), em duelo do Grupo 24 da categoria principal.
 
No sub-21, ele encara um mesa-tenista da casa, Samuel Kulczycki, às 5h. Pouco tempo depois, às 7h10, ele voltará à mesa para enfrentar o belga Martin Allegro pela competição adulta.
 
Normando Alencar encerrou sua participação no evento. O brasileiro fez seus dois jogos do Grupo 39 nesta terça e não conseguiu vencer. Primeiro, foi batido pelo austríaco Alexander Chen, que venceu por 4 a 0 (11/3, 11/2, 11/8 e 11/3) e depois pelo canadense Eugene Wang, que ganhou com o mesmo placar, parciais de 11/2, 11/3, 11/4 e 11/6.
 
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes - claudia@fatoeacao.com

Marcio Menezes – marcio@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 
 
 
Siga a CBTM nas redes sociais:
 

 Facebook  Twitter  Instagram