CBTM esteve em reunião que definiu Rio como candidata a sediar American Master Games

15/03/2017 18:06

Próxima edição da competição, que é voltada para pessoas acima de 30 anos, acontecerá em 2020

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 15/03/2017

O coordenador Paralímpico da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), Victor Lee, e o Líder de Projetos Especiais, Omar Barbosa, estiveram no Palácio da Cidade nesta quarta-feira (15), onde aconteceu um encontro para tornar o município do Rio de Janeiro candidato oficial a sediar o American Master Games 2020. A Cidade Maravilhosa concorre com Cleveland, nos Estados Unidos, e Cali, na Colômbia, e o resultado sai em abril.
 
A competição propõe que o esporte seja para todos, uma vez que que estimula a inscrição de pessoas acima de 30 anos e em qualquer condição física. O torneio esportivo internacional tem uma presença estimada de 20 mil participantes.
 
O Comitê Brasileiro de Esporte Masters (CBEM), presidido pelo ex-nadador olímpico Djan Madruga (foto), recebeu apoio do Governo Federal, por meio do secretário nacional de esportes de alto rendimento do Ministério do Esporte, Luiz Lima; do Governo Estadual do Rio de Janeiro, através do secretário de estado de Esporte, Lazer e Juventude, Thiago Pampolha; e do Governo Municipal do Rio de Janeiro, com o prefeito Marcelo Crivela e o vice Fernando Mac Dowell, além da subsecretária de Esportes e Lazer da cidade do Rio de Janeiro, Patrícia Amorim. 
 
Estiveram presentes na reunião também Jens Holm, CEO da Associação Internacional dos Master Games (IMGA), e Samantha Hayward, diretora de esportes da instituição. Eles estão no Rio para visitas técnicas às diversas instalações esportivas. Segundo o dossiê de candidatura, o Pan-Americana dos Masters Games seria realizado entre os dias 04 e 13 de setembro de 2020, tendo um total de 26 modalidades – entre olímpicas e paralímpicas, distribuídas em 18 locais de competição.
 
O evento no Palácio da Cidade contou ainda com ex-atletas brasileiros de grande peso, como Ricardo Prado (natação), Adílio e Afonsinho (futebol), Virgílio de Oliveira (triatlo), entre outros.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br