Controle de raquetes é feito em três cidades em menos de um mês

06/12/2012 11:58

Em todas as competições promovidas esse ano pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa as raquetes utilizadas pelos atletas foram submetidas a testes. Os aparelhos adquiridos para a realização desse controle, no entanto, também estão ajudando a melhorar eventos como os Jogos Abertos de São Paulo e as Olimpíadas Escolares.

Em menos de um mês o responsável pelo manuseio dos equipamentos, o santista Fernando Mualen, esteve em Cuiabá, Bauru e agora em São Caetano do Sul, onde acontecem as Seletivas que definiram as vagas para o Campeonato Latino-Americano adulto, de El Salvador, e o Sul-Americano Mirim, Infantil e Juvenil.

--- O trabalho está melhorando a cada competição. Os atletas já me procuram para fazer os testes voluntariamente e aqui na Seletiva praticamente todas as raquetes foram fiscalizadas e nenhuma irregularidade foi detectada. Isso mostra a preocupação dos próprios jogadores em manterem tudo em ordem --- afirmou.

Fernando utiliza três aparelhos para testar as raquetes. O primeiro detecta se a borracha colada na madeira é côncava ou convexa, um segundo mede a espessura da borracha, da esponja e da cola, e um terceiro detecta o gás usado na cola da raquete.

--- É muito importante para os atletas continuarmos com esse trabalho. Quero parabenizar a CBTM por essa iniciativa e agradecer pela oportunidade de poder colaborar para o crescimento da modalidade em nosso país --- completou Fernando.