Copa Brasil: Em meio à crise, presidente da CBTM exalta 'números significativos' para Brasília

13/04/2017 11:36

Alaor Azevedo ressalta importância da primeira competição da temporada, que será realizada na próxima semana

Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 13/04/2017

Foto: Ieda Dias/RGB Studios/CBTM
 
Depois de uma temporada vitoriosa como foi a de 2016, a temporada do tênis de mesa brasileiro terá início em 2017 - ano que representa o começo de um novo ciclo olímpico - na próxima semana, com a Copa Brasil Centro-Norte-Nordeste I, que será realizada em Brasília. Alaor Azevedo, presidente da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), ressaltou que a competição tem trazidos números satisfatórios, apesar de alguns percalços pelos quais a entidade passa.
 
Na virada do ano, boa parte dos repasses federais sofreu um grande corte, diminuindo bastante o orçamento de diversas confederações, dentre as quais está incluída a CBTM, uma das mais atingidas.
 
"Tivemos mais de 330 inscritos, o que é um número bastante significativo e o que nos deixa muito felizes, pois sabemos que a conjuntura, em um panorama geral, pode não ser positiva, mas o tênis de mesa, mais uma vez, mostra a sua força. Tivemos de diminuir diversos investimentos, mas, ainda assim, estamos começando mais uma temporada com uma grande competição, apesar das crises e problemas", disse.
 
O mandatário ressalta a importância desta edição da Copa Brasil, apontando que a CBTM realizou diversas modificações no planejamento da temporada.
 
"É a primeira competição durante toda essa crise. Admito até que, em alguns momentos, ficamos meio temerosos em relação a alguns pontos da organização, mas deu tudo certo. Fizemos alguns reajustes para manter grande parte do calendário nacional. Não está sendo fácil, mas com esforço, estamos andando, afirmou ele, que ainda aproveitou para elogiar o trabalho feito por Edimilson, novo gerente de eventos da Confederação Brasileira Brasileira de Tênis de Mesa:
 
"Tivemos cortes importantes nos custos dos eventos. Tivemos sorte de contar com o Edmilson, que trouxe uma vasta experiência do trabalho que fez na Rio 2016 e entende perfeitamente os nossos pontos".
 
Os grandes resultados conquistados na temporada passada incentivam na busca de ainda mais marcas para a história da modalidade.
 
"Queremos superar e estamos trabalhando para isso. Esse é o nosso objetivo, apesar de sabermos que não será uma missão fácil. Logo depois da Copa Brasil, teremos o Aberto do Brasil - etapa Challenge da ITTF, onde teremos a seleção completa", lembra.
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br