Copa Brasil Sul-Sudeste, em São Paulo, já tem os campeões de juventude e infantil

29/03/2019 15:28

Últimas finais destas categorias aconteceram na manhã desta sexta-feira, no CT Paralímpico Brasileiro

FOTO: Pedro Rodrigues foi o campeão na categoria juventude. Crédito: Daniel Zappe/CBTM

 

São Paulo (SP), 29 de março de 2019.

CLAUDIA MENDES E LUCAS MATHIAS *


A Copa Brasil Sul-Sudeste, em São Paulo, já tem os quatro campeões das categorias juventude e infantil. As finais masculinas aconteceram na manhã desta sexta-feira (29), no Centro Paralímpico Brasileiro, enquanto as finais femininas foram disputadas na noite de quinta-feira.

Na categoria juventude masculino, o grande campeão foi Pedro Rodrigues (Saldanha da Gama/Joola/ADC Estrela/Santa Cecília-SP), que venceu Henrique França (Ass.Chapecoense-SC), por 3 a 0 (11/9, 11/9 e 11/7). Aniversariante da próxima segunda-feira (1), quando completa 19 anos, ele disputou essa categoria pela primeira vez. "O juvenil é a categoria mais forte do tênis de mesa da base. As disputas são mais acirradas. No juventude, enfrentamos atletas mais velhos e experientes. Estou me esforçando muito para ganhar tudo nessa nova categoria", disse.

Sua referência no esporte é a técnica, Lígia Silva, que só recebe elogios: "Ela é o espelho de tudo o que deu certo no tênis de mesa até aqui. Ela tira de nós o melhor em nosso potencial e não falta incentivo nunca".

No feminino, Ediane Bresciani (Clube de Campo de Piracicaba-SP) confirmou a boa fase e foi campeã, ao derrotar Tainara Tanaka (Nipo Ivoti-RS), por 3 a 0 (11/9, 11/9 e 11/8). Ediane já havia sido campeã do rating A e se prepara para a disputa da Seletiva para o Campeonato Pan-Americano, em junho.

No infantil feminino, vitória carioca: Wanessa Suwu (Madureira E.C.-RJ) bateu Fabiana Shintate (Kosmos Clube-SP), por 3 a 0 (11/8, 11/8 e 11/9). No masculino, Henrique Noguti (S.E.R.C.Santa Maria/São Caetano-SP) foi o campeão. Mas suou bastante para vencer o companheiro de clube e de Seleção Brasileira, Luigi Yamane, pelas semifinais, por 3 a 2 (11/7, 7/11, 9/11, 11/8 e 11/3). Ainda assim, teve forças suficientes para bater na final outro colega de Seleção, Joon Shim (Atemel/Acel Londrina-PR), por 3 a 0 (12/10, 11/7 e 11/5).

“Foi uma partida muito difícil, ainda mais que eu tinha acabado de sair de uma semifinal de cinco sets contra o Luigi Yamane. Fiquei meio cansado após o jogo, fui assim para a final. Mas consegui respirar, ficar calmo, e consegui jogar bem e impor meu jogo”, disse o campeão.

 

*Lucas Mathias, estagiário sob a supervisão da assessoria de imprensa

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa