De olho em vagas para o Mundial, brasileiros estreiam nesta segunda-feira no Campeonato Pan-Americano Juvenil

23/06/2019 13:50

Três equipes de cada naipe garantem vaga no Mundial da Tailândia; sete mesa-tenistas brasileiros participam da disputa

FOTO: Giulia Takahashi (esq.) e Laura Watanabe (dir.) são boas apostas no feminino. Crédito: ULTM.

 

Cancún (MEX), 23 de junho de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

Os mesa-tenistas brasileiros iniciam, nesta segunda-feira (24), a disputa do Campeonato Pan-Americano Juvenil, em Cancún, no México. Além da busca pela hegemonia nas Américas, o torneio vale três vagas de equipes para o Campeonato Mundial da categoria, que será disputado em Bangkok, na Tailândia, no final de novembro.

Sete mesa-tenistas representam o Brasil neste Pan-Americano: Guilherme Teodoro, Eduardo Tomoike, Rafael Torino e Lauro Sebold, no masculino; e Lívia Lima, Giulia Takahashi e Laura Watanabe, no feminino.

Além do torneio de equipes, que abre a disputa nesta segunda-feira, os brasileiros participarão das competições de duplas e individual. Nas duplas, Tomoike jogará com Sebold, enquanto Teodoro será o parceiro de Torino. Giulia Takahashi e Laura Watanabe representarão o Brasil no feminino.

“A expectativa é fazer um bom torneio e conseguir a classificação para o Campeonato Mundial, tanto no masculino quanto no feminino. Temos grandes concorrentes como Estados Unidos, Canadá, Argentina, Chile e Peru, no masculino. No feminino são Estados Unidos, Canadá, Equador e Chile”, contou Hideo Yamamoto, técnico das categorias de base da Seleção.

Yamamoto acompanhará a delegação brasileira no México com atletas que já estão acostumados a jogar competições no continente americano. Inclusive as mesa-tenistas mais jovens: Giulia Takahashi e Laura Watanabe, que têm idade de infantil, mas competiram algumas vezes no juvenil e até no adulto, como foi o caso do último Sul-Americano, em Buenos Aires.

“O time masculino é bem experiente, com todos os jogadores no último ano de juvenil. Além disso, somos os atuais campeões sul-americanos da categoria. No feminino, temos a Lívia como mais experiente, e Laura e Giulia que são infantis, mas têm ótimos resultados jogando na categoria juvenil”, avaliou o técnico.

“Temos condições de brigar pela classificação e pódio de ambos. Precisamos ter foco, disciplina e muita dedicação para jogar no nosso melhor nível”, finalizou Hideo Yamamoto.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
                                                         

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

Lucas Mathias (estagiário)

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa