De olho no Top-100, Vitor Ishiy vai com tudo para o Mundial da Suécia

25/04/2018 16:40

Atleta ressalta a importância de a equipe brasileira pensar jogo a jogo e está bastante otimista por bons resultados

Crédito da Foto: Calixto N. Llanes/Periódico JIT.

 

Rio de Janeiro (RJ), 25 de abril de 2018.
Por: Assessoria de Imprensa - CBTM

Quando o Campeonato Mundial por Equipes começar, no próximo domingo (29), na Suécia, um jovem de 22 anos vai estar realizando um sonho que, de início, parecia impensável. Esse é Vitor Ishiy, 126º no ranking da Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF), na sua estreia nesta competição.

Como todo estreante, Ishiy está cheio de expectativas, e se diz honrado com esta oportunidade. Já que, no início da vitoriosa carreira, não imaginava voar tão alto num curto espaço de tempo:

“Para falar a verdade, quando comecei a jogar não imaginava chegar tão longe. Mas, quando passei a me dedicar mais ao esporte, com certeza quis representar o Brasil em um torneio tão importante como esse e fico honrado que isso esteja acontecendo”, comenta.

E o ano de 2018 tem sido muito mais que um sonho. Ishiy vem de ótimos resultados. Está cada vez mais perto do Top-100 no ranking mundial, fez um bom Latino-Americano e chegou às quartas de finais no Aberto da Espanha. O ano ainda promete, vislumbrando vitórias. Ele se mostra muito confiante:

“Nesta temporada consegui alguns resultados bons. Acho que atuar bastante na Europa tem me ajudado a melhorar. Sinto que estou num ritmo bom de jogo”.

Ishiy sabe que o Brasil não irá encontrar moleza na Suécia. Para isso, ele acredita que a melhor maneira de superar os adversários é não queimar etapas:

“Nosso grupo está difícil. Mas em um Mundial não existe grupo fácil. Acho que temos boas chances de avançar para a próxima fase, pensando jogo por jogo”, explica, emendando em elogios aos companheiros:

“Temos uma grande equipe e estamos todos numa fase boa. Hugo (Calderano) é o número 12 do mundo, o Eric (Jouti) e o Gustavo (Tsuboi) também chegaram às quartas do Aberto da Eslovênia recentemente”.

Com tantos jovens de talento disputando e competindo entre os melhores do mundo, a modalidade tem crescido em retorno e interesse, já que a visibilidade é naturalmente maior. Vitor Ishiy comemora o bom momento de sua geração e popularização do esporte:

“Difícil dizer se a nossa geração vive o melhor momento até hoje, porque não vivi as outras gerações. Mas, sim. Nossa geração vive um momento bom, nosso esporte está cada vez mais conhecido”, reconhece.


A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes - claudia@fatoeacao.com
Marcio Menezes – marcio@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br
fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa