Dupla desmistifica tênis de mesa e faz sucesso na web

12/07/2017 15:43
Gustavo Yokota e Gustavo Minami criam canal no YouTube e tratam modalidade com humor
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 12/7/2017
 
Foto: Reprodução Internet
 
"Divertir as pessoas, ensinar novos jogadores e expandir o tênis de mesa". É dessa forma que Gustavo Minami  descreve o objetivo do "Top Spin Brasil", canal que ele e Gustavo Yokota criaram recentemente no YouTube. Os atletas tiveram a ideia de produzir vídeos da modalidade  com um toque diferente: humor. E parece que essa concepção deu certo! O Top Spin, criado há um mês e com quatro vídeos publicados até então, já coleciona mais de 11 mil visualizações e mais de 600 inscritos.
 
Yokota lembra que a ideia de conceber o canal não foi muito planejada e que a gravação do primeiro vídeo foi de improviso.
 
"A ideia do canal veio de uma forma muito inesperada. Eu e o Minami sempre havíamos comentado sobre a possibilidade de criar um canal, mas nunca íamos atrás disso. Até que um dia bem aleatório tomamos iniciativa e falamos: é hoje. Ele trouxe a câmera profissional dele, e começamos a filmar. Não houve ensaio, roteiro ou planejamento. Simplesmente escolhemos um tema e improvisamos na hora!", contou Yokota.
 
O vídeo mais visualizado, "Tênis de Mesa não é Ping Pong!", tem quase quatro mil acessos. Nele, a dupla explica de maneira didática e bem-humorada as principais diferenças entre o esporte profissional e a modalidade usada para lazer.
 
"O ping pong é sim bem diferente do tênis de mesa. Existe até campeonato mundial de pingue pongue, em que os atletas usam raquetes de madeira e as regras são bem distintas. Portanto, acho bacana explicar isso para a galera. A vontade no nosso vídeo era justamente explicar para os leigos a diferença entre eles, mostrando as regras e como no tênis de mesa há um treino sério", disse Gustavo Yokota.
 
A maior parte das gravações do "Top Spin Brasil" é realizado no Centro de Treinamento de São Caetano, que fornece o ginásio para a dupla filmar nos horários em que não estão acontecendo atividades. Minami conta como geralmente são os dias de gravações.
 
"Eu, como sou o dono dos equipamentos de gravação, acordo às 6h30 para preparar tudo e ir pra São Caetano do Sul (o atleta mora em São Paulo). Aí treinamos e, logo depois, às 12h, começamos as gravações. Temos somente até às 13h30 para gravar, pois começa a escolinha no clube. Por isso é difícil terminar em um dia o vídeo completo. Ao término das gravações, eu edito o vídeo em casa", explicou.
 
Apesar de ser recente, o canal já começa a ganhar seguidores. Em todos as publicações, os comentários, em sua maioria, são positivos e muitos deles são sugerindo novos temas para vídeos posteriores.
 
"As pessoas vêm falar comigo nos campeonatos, elogiando o que fizemos, mas quase sempre são amigos ou conhecidos. No canal, já temos fãs que comentam nossos vídeos sugerindo novas ideias, mas ainda queremos conseguir muitos outros seguidores", ressalta Yokota.
 
E para isso, a dupla promete mais novidades em breve:
 
"Estamos com planos futuros. Aguardem, pessoal (risos)", avisou Minami.
 
Para conferir os vídeos do Top Spin Brasil, basta clicar no link.
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

iDigo | Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br