Dupla prova que é possível manter a atividade depois dos 80 anos

19/01/2013 15:45

O esporte é fonte de vida e deveria ser uma rotina para todos. Quem o pratica tem menos chances de ficar doente e consegue envelhecer sem se preocupar com os problemas comuns da idade.

Antônio Kimura, que disputa o 63º Campeonato Brasileiro Intercolonial na categoria Hiper-Veterano, que acontece no município de Registro, no Vale do Ribeira, em São Paulo, é a prova de que os especialistas estão certos.

Aos 88 anos, esbanjando vigor físico e entusiasmo, o experiente atleta já nem se lembra mais do número de vezes que participou da competição e prefere falar sobre os futuros desafios que virão.

--- Pretendo continuar jogando por muitos anos ainda. Estou muito novo para me aposentar. Tenho só 88 anos --- brincou Antônio, que recebeu um troféu comemorativo por ser o participante de mais idade.

Além da aparente tranquilidade, que pode ser notada quando fala, outro segredo para a manutenção da saúde é descoberto por quem vê Antônio se alimentando.

Em seu prato, nada de gordura ou frituras em excesso. Apenas um pouco, na medida certa. Muita salada e legumes.

--- Não tem mistério para quem quer ir longe com saúde. Basta seguir algumas regrinhas e ter disciplina --- ensinou.

No feminino a homenageada foi Michie Matsuda, que aos 81 anos não pensa em abandonar jamais o esporte que tanto ama.