Eduardo Tomoike será o representante do Brasil no Aberto da Itália Infantil e Juvenil, que começa nesta quarta-feira

19/03/2019 17:10

Brasileiro será cabeça de chave e busca bom resultado contra os fortes atletas da competição em Lignano-ITA

FOTO: Será a primeira competição do Circuito Mundial Junior que Tomoike disputará em 2019. Crédito: ITTF

 

Santiago (CHI), 19 de março de 2019

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

Enquanto uma parte dos mesa-tenistas da base brasileira estão no Chile, Eduardo Tomoike será o representante do Brasil na Itália. Pela categoria juvenil, ele disputará o Aberto da Itália Infantil e Juvenil, competição premium do Circuito Mundial Junior. O torneio será disputado na cidade italiana de Lignano, começa nesta quarta-feira (20) e vai até o dia 24 de março.

Eduardo será um dos cabeças de chave da competição na categoria individual. Por isso, seu primeiro jogo, no primeiro dia, ainda não tem adversário definido. O atleta que enfrentará Tomoike pela fase de 64 virá da fase de grupos, que também terá início nesta quarta-feira.

O brasileiro é, hoje, o número 55 do ranking mundial sub-18, o segundo melhor do país na categoria. Para o Aberto da Itália Infantil e Juvenil, sua expectativa é positiva: “Jogar na Europa vai ser uma experiência muito boa! É um torneio que tem muitos atletas fortes e espero ter um bom resultado aqui”, contou Eduardo.

Esta será a primeira competição do Circuito Mundial que Eduardo Tomoike disputará em 2019. Em 2018, ele participou dos Abertos da Eslováquia, Espanha e Paraguai no Circuito Mundial Junior, e sua melhor colocação foi uma semifinal em Assunção-PAR. No ano anterior, já havia sido semifinalista pela categoria sub-21 no Aberto do Brasil, além de ter chegado a duas oitavas de final nos Abertos de Paraguai e Argentina, também do Circuito Mundial Junior.

No último Campeonato Pan-Americano Junior, Eduardo foi eliminado na fase de 32. Até hoje, são 174 vitórias e 84 derrotas na carreira, com saldo positivo de 67%. Foram 36 vitórias só em 2018. Na Itália, o brasileiro busca resultados positivos e, por consequência, melhorar sua posição no ranking, que já foi de número 50.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa