Em jogo apertado, Emerson Maeda conquista o Absoluto A da Copa Brasil Sul-Sudeste

31/03/2019 14:24

Final santista foi equilibrada e imprevisível até o último set. Campeão destaca o bom nível dos juvenis que atuaram no torneio

FOTO: Pódio do absoluto A masculino. Crédito: Daniel Zappe/CBTM

 

São Paulo (SP), 31 de março de 2019.

CLAUDIA MENDES E LUCAS MATHIAS *

Em uma decisão com dois companheiros do Saldanha da Gama/Joola/ADC Estrela/Santa Cecília-SP, muito equilíbrio e imprevisibilidade do início ao fim. Emerson Maeda levou a melhor no absoluto A masculino da Copa Brasil Sul-Sudeste, em São Paulo (SP), ao vencer Isaac Zauli, por 3 a 2 (13/11, 11/6, 5/11, 7/11 e 11/9).

Desde o primeiro set, o equilíbrio foi a tônica. Maeda venceu a primeira parcial, em jogo que foi a 13. Nova vitória no segundo set, dando a impressão de que fecharia com facilidade. Zauli levou as duas parciais seguintes e vendeu caro a derrota no quinto set para o companheiro de clube.

O campeão reconheceu que foi bem difícil garantir a medalha de ouro no torneio: “Não tive jogo fácil. Desde a fase de grupos até a final, só jogo duro, todos apertados. Estou muito feliz de ter conseguido o título, e agora é descansar e pensar na próxima etapa”.

Chamou a atenção no torneio a quantidade de atletas do juvenil que fizeram jogo duro com os adultos. Na semifinal, Maeda eliminou Diogo Silva, enquanto Zauli encarou Kenzo Carmo. O campeão ressaltou que este fato foi determinante para partidas muito mais emocionantes.

“Nesse campeonato, especificamente, atuaram muitos atletas juvenis, estão jogando muito. Está sendo duríssimo enfrentá-los. É uma experiência legal jogar com os novos e mais o pessoal com quem já acostumamos a enfrentar. O Diogo Silva e o Kenzo Carmo, por exemplo, estão jogando demais. Toda vez que vamos jogar com eles já sabemos que vai ser duríssimo. É difícil, mas Graças a Deus deu tudo certo”.

Vice-campeão, Isaac Zauli venceu todos os seus jogos até a final por 3 a 0. Ele comemorou o desempenho e também elogiou a qualidade da competição deste ano.

“Consegui jogar bem. Foi muito equilibrado. Uma partida muito bem disputada. O tênis de mesa do Brasil vive um ótimo momento. Uma geração talentosa, e com o apoio de todos podemos nos tornar uma potência real. Essa foi a melhor Copa Brasil que participei. Ótimos jogos, público bacana", analisou.

 

*Lucas Mathias, estagiário sob a supervisão da assessoria de imprensa

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa