Em visita a Sergipe, Alaor Azevedo busca incentivar o tênis de mesa em todos os cantos do Brasil

23/01/2019 16:27

Projeto Diamantes do Futuro e a palestra sobre o crescimento da modalidade na ASTM estiveram na agenda da viagem ao Nordeste

 

Aracaju (SE), 23 de janeiro de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

O presidente da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), Alaor Azevedo, concluiu nesta terça-feira (22) uma viagem a Aracaju (SE). O estado escolhido para a primeira visita de 2019 foi em razão do importante trabalho feito pela Federação local, que vem desenvolvendo a busca por novos talentos e grandes competições regionais naquele estado.

Ainda na sexta-feira (18), quando chegou a Aracaju, o dirigente concedeu entrevista à TV Liberdade, e explicou a importância da cidade em sua vida: ali foi lançado para presidente pelo saudoso Lises Campos, cargo que desempenha até hoje na CBTM.

Em seguida, foi iniciada uma série de reuniões. A primeira com Guido Borges, presidente da Federação e da Academia Sergipana de Tênis de Mesa (ASTM), em que foram discutidos diversos assuntos importantes para o futuro do estado no esporte: “Conversamos sobre a possibilidade de Aracaju sediar uma Copa Brasil, além de ter conhecido também o trabalho dos clubes e, principalmente, das quinze escolas do estado com o tênis de mesa”,em particular Arquidiocesano, Salesiano e Salvador, explicou Alaor.

Hoje com seis mesas e ótima estrutura, a ASTM é um dos melhores centros de treinamento do Nordeste e do Brasil. Por isso, também, o crescimento do esporte no estado, e a ideia de investir ainda mais no projeto Diamantes do Futuro, que foi assunto importante na visita do presidente ao estado:

“Falamos muito da importância do “Diamantes do Futuro”, e projetamos priorizar o programa no estado. Estive também com Vinicius Goes, um treinador de Tobias Barreto, cidade do interior de Sergipe. Ele faz um trabalho excelente com muitas crianças, e decidimos apoiá-lo, com o projeto”, contou o presidente da CBTM.

A segunda reunião foi com Luiz Carlos Oliveira Santos, que foi presidente da desfiliada Federação Baiana de Tênis de Mesa, e com Caio Gadelha, que é proprietário de um bom centro de treinamento em Salvador. O objetivo era encontrar uma solução para o estado, para avançar ainda mais na captação de novos talentos “Várias ideias surgiram e, em breve, este importante estado da federação terá novidades”, contou Alaor.

Já na segunda-feira, durante a abertura da temporada da ASTM, o presidente Alaor finalizou a visita, ministrando a palestra “Tênis de Mesa do Brasil: Uma Potência Olímpica e Paralímpica Mundial” aos presentes na cerimônia.

“As pessoas acham que Calderano surgiu do nada, um achado de sorte, um chute no escuro. A verdade é que foi fruto de uma detecção de talentos e de muito investimento em todos os aspectos. Essa informação precisa ser passada a todos. Parabéns ao presidente pela bela iniciativa”, disse Guido Borges, após a palestra.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa