Entre estreantes e veteranos em Jogos Parapan-Americanos, primeiros atletas se garantem em Lima

10/12/2018 14:53

Os primeiros brasileiros classificados para os Jogos Parapan-Americanos de Lima, em 2019, já foram conhecidos neste primeiro dia de seletiva

FOTO: Marliane Santos é uma das estreantes em 2019. Crédito: Daniel Zappe/MPIX/CPB.

 

São Paulo, 10 de dezembro de 2018.

NELSON AYRES

 

Já são seis brasileiros classificados para representar o país nos Jogos Parapan-Americanos de Lima, que vão ocorrer em 2019. Entre veteranos e uma estreante no torneio, os primeiros classificados desta segunda-feira (10) são Carla Azevedo, Marliane Santos, Joyce Oliveira, Maria Luiza Passos, Danielle Rauen e Aloísio Lima. Os representantes do Brasil estão sendo definidos em uma seletiva, que acontece no Centro de Treinamento Paralímpico Brasieiro, em São Paulo-SP.

Indo para sua quinta participação em Parapan-Americanos, Joyce Oliveira já é considerada experiente no torneio. Com dois ouros na bagagem, em 2011 e 2015, disputando na classe 4 feminina, a atleta comentou sua nova classificação: “Era uma vaga esperada. Não perdi nenhuma partida neste ano. Meu objetivo continua sendo o ouro no Parapan e na Paralimpíada. Sinto que eu posso, estou indo com uma cabeça diferente. Vou continuar treinando muito todos os dias".

Diferentemente de Joyce, Marliane Santos, atleta da classe 3 feminina, terá um desafio novo: é sua primeira classificação para os Jogos Parapan-Americanos. Outro desafio, porém, já foi superado por Marliane, que conseguiu a classificação em vitória por 3 a 1 sobre Thais Severo, recém-medalhista de ouro na Copa Costa Rica Paralímpica. “Ainda não estou acreditando que consegui. A Thais é uma atleta referência para mim. Estou tentando assimilar o que aconteceu. Joguei na semana passada com ela, não consegui ganhar um set. Jamais consegui ganhar dois sets da Thais e hoje acabei conquistando a vaga”, comemorou.

Marliane chegou a Seletiva preparada, e encontrou nas competições internacionais que disputou anteriormente, uma grande ajuda para o sucesso: "O nível de jogo é diferente. Entrei muito focada e mantive uma boa concentração". Mas não foi só essa a razão da conquista: É meu irmão, Julcemar, que me ajuda em tudo, moro com ele, faz parte desta conquista. Todos me falavam que eu ia conseguir, que eu tinha condições de ganhar. Mas eu ainda não fiz planos para Lima", encerrou, comemorando a classificação.

Confira os resultados dos primeiros classificados nesta segunda-feira (10):

– Classe 2 Feminino – Carla Azevedo 3 x 0 Ana Paula Oliveira (11/2, 11/7, 11/6).

– Classe 3 Feminino – Marliane Santos 3 x 1 Thais Severo (11/9, 6/11, 12/10 e 11/7).

– Classe 4 Feminino – Joyce Oliveira – Classificada em grupo único

– Classe 5 Feminino – Maria Luiza Passos 3 x 0 Raisa Silva (11/9, 12/10, 11/7).

– Classe 10 Feminino – Danielle Rauen 3 x 0 Lethícia Lacerda (11/4, 11/2, 11/3).

– Classe 1 Masculino - Aloísio Lima – Classificado em grupo único.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa