Equipes Paralímpicas que vão à Londres entram em ação na Eslováquia

24/05/2012 13:32

Os brasileiros lutaram muito, mas não conseguiram chegar às finais do Aberto da Eslováquia, etapa Fator 40 do Circuito Mundial Paralímpico que reúne os principais atletas do Ranking na atualidade.

Seis jogadores conseguiram passar da fase de grupos. Iranildo Espíndola, Ronaldo Souza, Claudiomiro Segatto e Carlos Carbinatti perderam nas quartas de final.

Joyce Oliveira e Bruna Alexandre foram derrotadas na semifinal e depois na disputa pela medalha de bronze, com as duas terminando em quarto lugar.

Na Classe 2, Iranildo Espínola esbarrou no coreano Kyung Mook Kim, por 3 a 0 (11-7, 11-8, 13-11) e Ronaldo Souza no austríaco Hans Ruep, também por 3 a 0 (13-11, 11-5, 11-7).

Na Classe 5, Claudiomiro Segatto perdeu para o coreano Kim Ki Young, por 3 a 0 (12-10, 11-9, 11-4) e na Classe 10 Carlos Carbinatti para o chinês Lu Xiaolei, por 3 a 2, em um jogo muito equlibrado e decidido nos detalhes como mostram as parciais de 11-13, 11-9, 9-11, 12-10, 12-10.

No Feminino, na Classe 4, Joyce Oliveira passou pela britânica Susan Gilroy nas quartas, por 3 a 2 (8-11, 3-11, 11-9, 11-9, 11-8), mas depois foi superada na semifinal pela chinesa Zhou Ying, por 3 a 1 (11-3, 8-11, 11-8, 11-5). Na disputa pelo terceiro lugar, Joyce perdeu para também chinesa Zhang Miao, por 3 a 0 (11-5, 11-8, 13-11).

Já Bruna Alexandre, na Classe 10, perdeu para a chinesa Yang,Qian, por 3 a 0 (11-8, 11-9, 12-10) e acabou ficando fará da decisão. No jogo seguinte, foi derrotada pela australiana Melissa Tapper, por 3 a 2 (9-11, 11-7, 11-8, 9-11, 11-6), de quem venceu na final do Aberto da Eslovênia.

Agora as atenções de voltam para o Torneio de Equipes, com os brasileiros formando as mesmas duplas que participarão dos Jogos Paralímpicos de Londres, exceto Bruna Alexandre, que perdeu a parceira Jane Rodrigues e ficará de fora. As duplas são Iranildo e Ronaldo Souza, na Classe 2, Claudiomiro Segatto e Ezequiel Babes, na Classe 4-5 e Joyce Oliveira e Maria Luisa Passos na Classe 4-5 feminina.  

--- O objetivo é melhorar o entrosamento entre os jogadores, mas também temos chances de conquistar medalhas nesse torneio de equipes --- afirma o técnico Celso Toshimi.

Clique aqui e veja o álbum de fotos dos brasileiros na Eslováquia!