Felipe Lara e Julia Hatakeyama dominam o super pré-mirim na Copa Brasil Sul-Sudeste

29/03/2019 15:51

Representantes do Paraná e de Mato Grosso vencem a categoria com atletas mais jovens da competição em São Paulo

FOTO: Felipe Lara venceu a competição no CT Paralímpico. Crédito: Daniel Zappe/CBTM

 

São Paulo (SP), 29 de março de 2019.

CLAUDIA MENDES E LUCAS MATHIAS *

O super pré-mirim é a categoria que reúne os atletas mais jovens da Copa Brasil Sul-Sudeste, em São Paulo. E também é a que mostra jogos mais equilibrados, onde o emocional pode fazer diferença na hora decisiva. Felipe Lara (Ass.São José dos Pinhais-PR) e Julia Hatakeyama (AABB Cuiabá-MT) foram os grandes campeões nessa disputa.

Na final feminina, Julia venceu Maria Fernanda Tamura (S.E.R.C.Santa Maria/São Caetano-SP), por 3 a 1 (11/6, 11/9, 7/11 e 14/12). Na decisão masculina, Felipe Lara bateu Hamilton Yamane (Itaim Keiko/Kenzen/AOVC-SP), em um apertado 3 a 2 (8/11, 5/11, 11/9, 11/6 e 11/7).

Muito nervoso e emocionado após o jogo, Felipe levou o título na raça. Perdia por 2 a 0, e era dominado por Hamilton Yamane quando conseguiu se recuperar: “Eu comecei perdendo, estava muito nervoso. Decidi variar muito meu saque e dar mais drive. Foi aí que consegui essa vitória. Estava muito pressionado pela torcida, pensei que ia perder, que não daria mais para buscar, quando estava 2 a 0 para o Hamilton. Mas consegui virar, consegui a vitória. Estou muito feliz”. 

O equilíbrio enorme da partida não foi ofuscado pelo título, de acordo com o campeão. Para ele, a medalha de ouro seria justa para qualquer um dos dois.

“Virei uma partida muito difícil, ainda mais com o menino de São Paulo, um estado muito forte. Sei que foi muito difícil, mas treinei muito para chegar aqui. Sei que ele também treinou bastante, qualquer um que ganhasse iria merecer o resultado. Fico muito feliz, e ele deve se sentir muito feliz também porque jogou muito bem, ainda mais nesse nível, com essa pressão, em um campeonato muito difícil”, ressaltou, com desenvoltura de um veterano.

 

*Lucas Mathias, estagiário sob a supervisão da assessoria de imprensa

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa