Giulia Takahashi é campeã latino-americana e está classificada para Desafio Mundial no Japão

11/08/2018 22:46

Com apenas 13 anos e idade de mirim, caçula é a segunda da família Takahashi a disputar o Desafio. A irmã, Bruna, foi campeã em 2015 

FOTO: Giulia Takahashi no alto do pódio na Costa Rica. Crédito: Jorge Fanck.

 

San José (CRC), 11 de agosto de 2018.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM  

A mesa-tenista Giulia Takahashi conquistou neste sábado (11) o torneio individual feminino do Campeonato Latino-Americano Infantil, em San José, na Costa Rica. O título garante a classificação da menina para o Desafio Mundial de Cadetes, no final do ano, no Japão. Ainda com idade mirim, com apenas 13 anos, Giulia segue os passos da irmã.

Bruna Takahashi foi a primeira brasileira a conquistar um título mundial feminino no tênis de mesa, em outubro de 2015: exatamente o Desafio Mundial de Cadetes, no Egito. Bruna disputou quatro vezes o Desafio, conquistando o ouro na quarta tentativa. Giulia tem a oportunidade de fazer parecido, se repetir as conquistas no Latino-Americano.

Giulia teve uma campanha irretocável na caminhada para o título na Costa Rica. Enfrentou uma chave bem difícil, com algumas das favoritas ao ouro. Depois de se classificar em primeiro lugar na fase de grupos, ela encarou Mariana Lopez (GUA), Macarena Montecino (CHI) e Marbella Aceves (MEX), até chegar na decisão, contra a mexicana Arantxa Cossio Aceves. E conquistou uma vitória muito tranquila, por 3 a 0 (11/6, 11/5 e 11/6).

“Esse campeonato foi bem difícil, pois enfrentei meninas mais velhas. Mas eu dei o meu máximo e consegui ganhar meus jogos. Agora, vou para o Japão. Estou muito feliz. Eu já estava me preparando, vou me preparar mais ainda”, disse a campeã, radiante.

Os outros meninos e meninas não foram tão longe no torneio. Kenzo Carmo, Henrique Noguti e Laura Watanabe pararam nas oitavas de final. Denis Oshiro e Juliana Shintate ficaram na fase de 32.

Brasil campeão

Na contagem geral, o Brasil foi o grande campeão do Latino-Americano Infantil. Ao todo, nossos mesa-tenistas conquistaram três ouros, duas pratas e dois bronzes. Das sete finais possíveis, os brasileiros participaram de cinco.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa