Giulia Takahashi disputa o Desafio Mundial de Cadetes e tenta repetir o feito da irmã

25/10/2018 17:56

Com apenas 13 anos, Giulia começa a disputa no Japão e se inspira em Bruna, sua irmã, campeã do torneio em 2015

FOTO: Giulia (segunda de verde, da esquerda para a direita), com as colegas da equipe da América Latina e as jogadores da América do Norte. Crédito: ULTM.

 

Tottori (JPN), 25 de outubro de 2018.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

Mais um desafio para o Brasil. E mais um também para o clã dos Takahashi. A caçula Giulia está em Tottori, no Japão, para a disputa do Desafio Mundial de Cadetes de Tênis de Mesa. Aos 13 anos, ela segue os passos da irmã Bruna que participou de quatro edições deste campeonato, vencendo em 2015, aos 15 anos, sendo a primeira brasileira campeã mundial individual.

Na noite desta sexta-feira (26), às 22h (horário de Brasília), Giulia Takahashi estreia na competição por equipes juntamente com outras três atletas da América Latina: Arantxa Acevez (México), Juliana Rodriguez (Colômbia) e Brianna Burgos (Porto Rico), enfrentando a equipe mista formada por Sophie Earley (Irlanda), Hana Goda (Egito), Xin Ni Lee (Malásia) e Emily Tan (EUA).

Sob o comando da técnica Lígia Silva, a mesa-tenista brasileira surge como uma das forças da modalidade no mundo. Para a treinadora, que como atleta disputou três Olimpíadas e venceu inúmeras competições internacionais, sua comandada está muito bem e o período pré-torneio em que ficou no Japão foi bastante importante:

“Sinto a Giulia bastante confiante, sabendo do grande desafio que terá pela frente. Mas ela tem consciência de que pode fazer um bom trabalho. Ela fez um ótimo período de treinamentos. Sabemos que não será fácil. Mas vamos lutar para fazer um grande papel. Além disso o nível da competição está muito alto. Mas ela está muito bem”, ressalta Lígia, confiante.

Giulia também irá competir no torneio individual, nas duplas mistas e duplas femininas. Estas três competições começam paralelamente, com a brasileira podendo disputar até seis partidas em um período de 12 horas. No domingo (28), às 22h, ela enfrenta a fijiana Filomena Duncan, na estreia no individual. Pouco depois, já na segunda-feira pelo horário brasileiro, às 3h, encara a japonesa Kaho Akae. E às 5h, a adversária será a egípcia Hana Goda.

Nas duplas mistas, às 7h20, ela joga ao lado do japonês Sora Matsushima, contra o argelino Abderrahmane Azzala e a malaia Xin Ni Lee. Se classificar, às 8h, joga a partida das oitavas de final. Finalmente, às 8h30, ao lado da mexicana Arantxa Acevez, terá pela frente as canadenses Kelly Fei Zhao e Benita Zhou, no torneio de duplas femininas.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa