Giulia Takahashi fica próxima de medalha em sua primeira competição do Circuito Mundial na Europa

05/05/2019 14:03

Brasileira parou nas quartas de finais do torneio de duplas e nas oitavas do individual. Foi a primeira participação dela no Velho Continente

FOTO: Giulia Takahashi fez boa competição na Espanha. Crédito: ITTF.

 

Platja D’Aro, 05 de maio de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação - CBTM

A brasileira Giulia Takahashi passou bem perto de uma medalha em sua primeira competição na Europa. Ela parou nas quartas de final do torneio de duplas do Aberto da Espanha, etapa do Circuito Mundial Júnior, em Platja D’Aro. No torneio individual, Giulia ficou nas oitavas de final.

Neste domingo (5), ao lado da porto-riquenha Brianna Burgos, Giulia participou da vitória sobre as espanholas Lorena Gil e Angela Rodriguez, por 3 a 0 (11/8, 11/6 e 11/6). Posteriormente, no jogo que valia a classificação para a semifinal, acabaram derrotadas pelas russas Anastasiia Beresneva e Svetiana Dmitrienko, por 3 a 0 (2/11, 7/11 e 14/16). No individual, Giulia foi batida por Chen Tsai-Ni, de Taiwan, por 3 a 0 (11/13, 7/11 e 7/11).

 Apesar de ter sido medalhista no Desafio Mundial de Cadetes em 2018 e já ter inclusive vencido uma etapa do Circuito Mundial Júnior, Giulia jamais tinha atuado no Velho Continente. Portanto, o desempenho pode ser considerado bem positivo.

“Nesse campeonato eu dei o melhor. As meninas aqui são muito fortes. Estava meio assustada no primeiro dia, tudo era novo para mim. Depois, consegui me acostumar”, revela a atleta.

Para o técnico Hideo Yamamoto, a primeira experiência na Europa foi de grande valia para a mesa-tenista, de apenas 14 anos.

“O jogo aqui é muito mais rápido. A Giulia sofreu muito com isso. Apesar de ter uma grande experiência internacional, ela não tinha essa vivência de competição na Europa. Tanto que no juvenil, por pouco ela não conseguiu sair da fase de grupos, mas no dia seguinte a adaptação dela foi muito rápida, ela entrou completamente diferente. Em pouquíssimo tempo eu senti que ela evoluiu bastante”, analisa.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

Lucas Mathias (estagiário)

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa