Hugo Calderano se iguala a Hugo Hoyama como recordista no Prêmio Brasil Olímpico

14/11/2018 18:23

Carioca foi indicado pela sexta vez consecutiva como o melhor mesa-tenista brasileiro, passando a ser também o maior vencedor da modalidade

 

Rio de Janeiro (RJ), 14 de novembro de 2018.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

O ano quase perfeito de Hugo Calderano vai terminando com mais uma boa notícia. Nesta quarta-feira (14), ele foi indicado pela sexta vez consecutiva como o melhor mesa-tenista no Prêmio Brasil Olímpico. Com o sexto troféu garantido, ele se iguala a Hugo Hoyama, que também venceu o mesmo número de vezes a premiação. Calderano é o recordista absoluto em indicações consecutivas.

Nada mais justo para o carioca, de apenas 22 anos. Atualmente, ele é o nono colocado no ranking mundial masculino, posição jamais alcançada por um atleta da América Latina. Pela Seleção Brasileira, participou das melhores campanhas da história na Copa do Mundo por Equipes e no Mundial por Equipes (em ambos o Brasil ficou entre os oito melhores).

Em competições internacionais, Calderano encheu de orgulho os torcedores do tênis de mesa brasileiro. Dos seis Abertos platinum do Circuito Mundial, ele ficou entre os oito melhores em três, sendo vice-campeão no Catar. Foi também medalha de bronze no Aberto da Hungria (etapa regular do Circuito) e conquistou a Copa Pan-Americana, no Paraguai.

A cerimônia de entrega do Prêmio Brasil Olímpico acontece no dia 18 de dezembro, no Teatro Bradesco, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Veja quem foram os premiados do tênis de mesa nos anos anteriores:

1999: Reinaldo Yamamoto

2000: Hugo Hoyama

2001: Thiago Monteiro

2002: Thiago Monteiro

2003: Hugo Hoyama

2004: Hugo Hoyama

2005: Hugo Hoyama

2006: Cazuo Matsumoto

2007: Hugo Hoyama

2008: Thiago Monteiro

2009: Thiago Monteiro

2010: Gustavo Tsuboi

2011: Hugo Hoyama

2012: Caroline Kumahara

2013: Hugo Calderano

2014: Hugo Calderano

2015: Hugo Calderano

2016: Hugo Calderano

2017: Hugo Calderano

2018: Hugo Calderano

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa