Inscrições para a Detecção Nacional de Talentos Olímpicos e Paralímpicos estão abertas e vão até 23 de junho

18/06/2019 14:51

Ação será realizada no Centro Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, de 14 a 20 de julho com os atletas selecionados após as inscrições

FOTO: Os atletas selecionados serão coordenados pelos técnicos Alexandre Ghizi, Andrews Martins, Jorge Fanck e Lincon Yasuda. Crédito: Daniel Zappe.

 

São Paulo (SP), 18 de junho de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

Estão abertas as inscrições para a Detecção Nacional de Talentos Olímpicos e Paralímpicos 2019. Organizada pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), a ação com os atletas selecionados será realizada de 14 a 20 de julho de 2019 no Centro Paralímpico Brasileiro, na cidade de São Paulo, coordenada e orientada pelos técnicos Alexandre Ghizi, Andrews Martins, Jorge Fanck e Lincon Yasuda.

As inscrições deverão ser feitas por meio de dois formulários, um para os atletas olímpicos (VEJA AQUI) e outro para os paralímpicos (VEJA AQUI), com prazo final até dia 23 de junho. Até o dia 25 de junho, os selecionados serão divulgados em nova Nota Oficial.

Os atletas olímpicos que desejarem se inscrever na detecção deverão ter idade entre 7 e 11 anos, nascidos entre 2008 e 2012. Como critérios de prioridade para a seleção, será levado em conta se o atleta se destacou na Detecção Nacional de 2017 e se representou o Brasil no Sul-Americano 2019, pela categoria Sub-11, com destaque.

Para os atletas paralímpicos, é preciso ter nascido a partir do primeiro dia de janeiro de 1996 e ter alguma deficiência física elegível ou intelectual. No caso da segunda, deve ser registrada na Associação Brasileira de Desportos de Deficientes Mentais (ABDEM).

Após a seleção dos atletas inscritos, cada federação estadual deverá indicar um técnico responsável que acompanhará os atletas de seu estado na detecção. Os indicados receberão um pacote de hospedagem e alimentação no residencial do CT Paralímpico. Além destes, os técnicos dos clubes também poderão acompanhar seus atletas, mas não terão direito a hospedagem e alimentação.

As federações deverão encaminhar os técnicos indicados para Paula Emerenciano (paula@cbtm.org.br), Lincon Yasuda (lincon@cbtm.org.br) e Raphael Moreira (raphael@cbtm.org.br), em prazo máximo de até cinco dias após a divulgação da lista de selecionados para o treinamento.

Os atletas selecionados para a Detecção Nacional ficarão responsáveis pelos custos de transporte até o Centro Paralímpico, além do seu material de jogo: raquetes e uniformes.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
                                                         

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

Lucas Mathias (estagiário)

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa