La Salle Manaus vence Pará Clube em final de duplas masculina na Super Copa Brasil

26/09/2019 21:01

André Murchie disputou duas categorias, faturou ouro em ambas e ainda competirá numa terceira

Crédito da Foto: Júnior Martins.

 

Cuiabá (MT), 26 de setembro de 2019.

Por Júnior Martins, Especial para a CBTM

Com um quinto set impecável, Mário Costa, 40 anos, e André Murchie, 17 anos, venceram Victor Lourenço e Edevandro Nery por três sets a dois na final de Duplas Masculina Absoluto A da Super Copa Brasil Centro-Norte-Nordeste II, nesta quinta-feira (26), no Ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá-MT. E a mistura de experiência com juventude foi um dos fatores para o sucesso da dupla.

“Acredito que ajuda demais ter um parceiro com mais idade. O Mário tem bem mais experiência, sempre se mantém calmo nas partidas e me auxilia muito a entrar dentro do jogo. Nas categorias de simples você recebe e retorna todas as bolas e nas duplas cada um recebe e retorna uma bola. Por isso o entrosamento da dupla é muito importante”, disse o atleta da La Salle Manaus, André Murchie.

Mário Costa, de 40 anos, formado em Educação Física, membro da Associação Esportiva Lassalista – AM (La Salle Manaus), começou a praticar tênis de mesa aos 12 anos de idade e nunca mais parou. Atualmente, acumula uma experiência de 28 anos de tênis de mesa e acredita ter recebido muitos benefícios com o esporte. Segundo ele, valores, ética, amizades e também bolsa de estudos.

“Durante a final estávamos com um pouco de dificuldade na recepção da bola, mas conseguimos ajustar isso no último set e nosso jogo correu melhor. Foi um último set muito bom, pois encaixou tudo certinho. Agora disputaremos outras categorias e essa vitória dá uma confiança maior. Foi o segundo ouro do André na Super Copa e isso deixa ele fortalecido”, conta o mesa-tenista Mário Costa.

Mário Costa e André Murchie (La Salle Manaus) ganharam de Victor Lourenço e Edevandro Nery (Pará Clube – PA) na final de duplas por três sets a dois e placar parcial de 11/7, 9/11, 11/3, 8/11 e 11/1. Um resultado que fez André somar dois ouros ainda no primeiro dia de competição, pois venceu Nicolas Nishimura por três sets a dois e parciais de 11/7, 11/8, 7/11, 8/11 e 11/6 na final do Rating D.

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa