Latino-Americanos, com a presença de Giulia Takahashi, ficam em quarto no Desafio Mundial de Cadetes

28/10/2018 11:19

Desafios em duplas femininas, duplas mistas e individual começam na noite deste domingo, no Japão

FOTO: Giulia Takahashi ficou em quarto no torneio por equipes. Crédito: ULTM.

 

Tottori (JPN), 28 de outubro de 2018.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

A equipe latino-americana, que conta com a brasileira Giulia Takahashi, terminou em quarto lugar no Desafio Mundial de Cadetes. Na noite deste sábado (27), no Parque Esportivo de Tottori, no Japão, elas foram derrotadas pelas donas da casa por 3 a 0, na semifinal. No confronto da decisão de 3º lugar, já na madrugada deste domingo (28), vitória da equipe da América do Norte, por 3 a 1.

Giulia Takahashi, uma das mais novas do Desafio, com apenas 13 anos (idade para atuar ainda na categoria mirim e possibilidade de jogar mais alguns Desafios de Cadetes no futuro), não conseguiu fazer a diferença nestas partidas. Vale lembrar que sua irmã, Bruna Takahashi, por exemplo, jogou quatro vezes esta competição, sendo medalhista apenas na última participação.   

A equipe latino-americana, que tinha as presenças de Giulia Takahashi, Arantxa Acevez (México), Juliana Rodriguez (Colômbia) e Brianna Burgos (Porto Rico), tinha um duríssimo desafio contra as donas da casa. A equipe japonesa, formada por Yukara Sugasawa, Honami Nakamori e Kaho Akae venceu as três partidas, por 3 a 0. Giulia foi a atleta que teve o melhor desempenho, fazendo o maior número de pontos contra Honami (7/11, 7/11 e 6/11).

Giulia e suas companheiras voltaram à mesa poucas horas depois, na decisão do 3º lugar, contra a equipe da América do Norte, formada por Rachel Yang (EUA), Rachel Sung (EUA) e Kelly Fei Zhao (Canadá). Giulia Takahashi fez a primeira partida, contra Rachel Yang, perdendo por 3 a 0 (3/11, 3/11 e 5/11). Voltou na quarta partida, para encarar Rachel Sung, mas foi novamente superada por 3 a 0 (5/11, 4/11 e 6/11), com as adversárias fechando o confronto em 3 a 1.

Estreias nesta noite

Agora os desafios de Giulia serão nos torneios individual, de duplas mistas e duplas femininas. Estas três competições começam paralelamente, com a brasileira podendo fazer até seis partidas em um período de 12 horas. Neste domingo, às 22h, ela enfrenta a fijiana Filomena Duncan, na estreia no individual. Pouco depois, já na segunda-feira pelo horário brasileiro, às 3h, encara a japonesa Kaho Akae. E às 5h, a adversária será a egípcia Hana Goda.

Nas duplas mistas, às 7h20, ela joga ao lado do japonês Sora Matsushima, contra o argelino Abderrahmane Azzala e a malaia Xin Ni Lee. Se classificar, às 8h, joga a partida das oitavas de final. Finalmente, às 8h30, ao lado da mexicana Arantxa Acevez, terá pela frente as canadenses Kelly Fei Zhao e Benita Zhou, no torneio de duplas femininas.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa