Melhores atletas do país se encontrarão em Bento Gonçalves

13/10/2013 13:07

O maior Campeonato Brasileiro da história reunirá um total de 1.106 atletas, sendo 908 no Ranking Olímpico e outros 198 nas Classes Paralímpicas, representando 152 clubes de todas as regiões. No entanto, a competição não será lembrada apenas pelos números que impressionam, mas também pela qualidade dos participantes.

Além dos apaixonados pelo esporte que tornam o evento uma grande festa, a cidade turística de Bento Gonçalves, na famosa Serra Gaúcha, receberá entre os dias 29 desse mês e 03 de novembro, a elite do Tênis de Mesa brasileiro. Todos os principais nomes da modalidade nos últimos tempos estão confirmados.

Na categoria mais importante, o Absoluto A, a disputa envolverá um total de 45 atletas, incluindo os três que representantes do país nos Jogos Olímpicos de Londres, no ano passado, Hugo Hoyama, Gustavo Tsuboi e Thiago Monteiro. Além deles, destaques também para Cazuo Matsumoto e o talentoso Hugo Calderano.

Mesmo tendo anunciado a aposentadoria como jogador, passando a ser técnico da Seleção feminina desde o início da temporada, Hugo Hoyama continua competindo nos eventos promovidos pela CBTM e nos tradicionais Jogos Abertos do Interior. Apesar da concorrência, tem condições de lutar pelo título em Bento Gonçalves.

A boa fase de Gustavo Tsuboi vem desde 2011 quando conquistou o título da Copa Intercontinental, contra atletas de América Latina, América do Norte, África, Oceania. Depois, entrou para a história como o primeiro campeão desse evento a vencer na Copa do Mundo, em Paris, passando pelo  russo Alexey Smirnov, então 23º colocado no Ranking Mundial.

Assim como Gustavo, no ano seguinte Thiago Monteiro foi campeão da Copa Intercontinental. Além disso, em maio, venceu também a Copa ITTF Latino-Americana, em San José, na Costa Rica e se classificou para a Copa do Mundo, que será disputada na cidade belga de Verviers, entre os dias 25 e 27 desse mês.

Na teoria, os três representantes do país em Londres são favoritos ao título do Absoluto A no Brasileiro, mas na prática a situação é diferente, pois tudo pode acontecer. O equilíbrio entre os atletas torna a competição imprevisível e isso será um atrativo a mais para quem acompanha e gosta de ver Tênis de Mesa de alto nível.

Cazuo Matsumoto também está na lista de concorrentes ao ouro. O atual nº 1 das Américas, segundo o Ranking da Federação Internacional, vive uma temporada de conquistas. No início do ano, ele foi campeão do Aberto da Espanha e se tornou o primeiro Latino a vencer uma etapa do Circuito Mundial na Europa.

Assim como Cazuo, que sonha disputar os Jogos Olímpicos de 2016, Hugo Calderano também entrou definitivamente no pelotão de elite do Tênis de Mesa brasileiro depois da vitória na final do Aberto do Brasil, em Santos, sobre Gustavo Tsuboi, se tornando o mais jovem atleta da história a vencer uma etapa.

Além desses atletas, nomes importantes do Tênis de Mesa brasileiro também estão confirmados como Israel Barreto, Mário Costa, Humberto Manhani, Lidney Castro, Danilo Toma, Vitor Ishiy, Eric Jouti, Bruno Anjos, Rafael Shimizu, André Moreira, Renê Silva, entre outros.

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.