Nova presidente da Federação do Rio disputa a Copa Brasil e quer maior presença das crianças fluminenses nas competições nacionais

23/05/2019 15:32

Rosiane Viana já trabalha em projetos para aumentar a presença dos atletas do Rio nas principais competições do tênis de mesa

Crédito da Foto: Christian Martinez/RGB Studios.

 

Brasília (DF), 23 de maio de 2019.

CLAUDIA MENDES

A nova presidente da Federação do Rio foi a Brasília para fazer o que mais gosta: jogar tênis de mesa. Atleta do Madureira, Rosiane Viana participa do rating e da categoria veterano 5. Com apenas quatro anos no tênis de mesa, a advogada já tem muitos projetos. O principal deles: ver mais crianças fluminenses disputando as próximas competições nacionais.

Nos planos de Rose, como é conhecida, existe o projeto de um polo para os pequenos, de 6 a 12 anos, treinando três vezes por semana. O objetivo: descobrir e lapidar novos talentos.

"Quero ver as crianças do Rio de Janeiro jogando Copa Brasil e Brasileiro. Isso vai me deixar feliz. Vou buscar isso. Queria ver, anualmente, pelo menos dois destes como atletas de ponta. Despontando no cenário nacional e apontando para o internacional. Um conceito de tênis de mesa multidisciplinar, com toda a estrutura", revela.

Nos dias 29 e 30 de junho vai ser disputada a segunda etapa do Campeonato Estadual (a primeira etapa foi em março) na Arena Carioca, na Barra. A competição irá contar com a participação de federados, praticantes, estudantes, universitários e paralímpicos.

"A intenção é nesta primeira competição da nova gestão agregar todos os amantes do tênis de mesa do Rio de Janeiro. A nova diretoria já está buscando parcerias, patrocínio e apadrinhamentos solidários, quando pessoas de bom poder aquisitivo ajudam com passagens, inscrições e uniformes para atletas com poucos recursos”, explica a presidente, a única mulher no comando de uma federação da modalidade no país.

"Fui muito bem recebida por todos. Me dedico 24 horas, de segunda a segunda. Conheço a realidade de cada clube. Fico muito honrada pelo apoio que recebi. Estou tendo apoio inclusive do presidente da CBTM, Alaor Azevedo, que nos dá liberdade para desenvolver os projetos. É motivo de muito orgulho reintegrar o tênis de mesa do Rio no cenário nacional", comemora.

Nesta Copa Brasil, o estado tem a presença de 11 atletas, com seis clubes representados: Club Municipal, Belford Roxo, Fluminense, Madureira, Rocha Miranda e Associação de Mesatenistas.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

Lucas Mathias (estagiário)

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa