Parapan: Brasil conquista doze medalhas no individual e lidera quadro de medalhas

02/12/2017 13:31
Brasileiros terminaram campeonato de simples com quatro ouros, quatro pratas e quatro bronzes
 
Da redação, no Rio de Janeiro (RJ) - 02/12/2017
 
Foto: ITTF
 
Os brasileiros estão fazendo bonito na disputa do Campeonato Parapan-Americano, que está sendo realizado em San José, na Costa Rica. O Brasil conquistou doze medalhas (quatro ouros, quatro pratas e quatro bronzes) no torneio individual e, com isso, lidera o quadro de medalhas da competição. Logo atrás do país, estão Chile, com 11 medalhas, e Argentina, com nove.
 
As medalhas de ouro do Brasil foram faturadas por Jennyfer Parinos (foto), na Classe 9 feminina, Paulo Salmin, na 7 masculina, Diego Moreira, na 9, e Claudio Massad, na 10.
 
A conquista de Jennyfer veio após vitória por 3 sets a 0 (11/9, 11/6 e 11/9) contra a argentina Giselle Munoz. Já o primeiro lugar de Salmin foi alcançado com uma vitória sobre um colombiano. O brasileiro derrotou José Pirajan por 3 a 0, com parciais de 12/10, 11/7 e 11/6.
 
Diego subiu ao lugar mais alto do pódio ao bater outro brasileiro na decisão. O campeão fez um embate contra o jovem Lucas Carvalho, que ficou com a prata, e o superou por 3 a 0 (12/10, 11/6 e 12/10). Na Classe 10, Claudio Massad venceu um argentino na final da categoria. Ele superou Dario Neira por 3 a 0, com parciais de 11/6, 13/11 e 11/9.
 
Além da prata de Lucas Carvalho na Classe 9, o Brasil ficou na vice-colocação com Catia Oliveira, na 2, Aloisio Lima, na 1, e  Guilherme Costa, na 2. A primeira terminou na segunda colocação de um grupo único, que foi vencido pela mexicana Edith Lopez. O segundo foi derrotado na decisão pelo argentino Fernando Eberhardt por 3 a 1 (11/5, 11/8, 4/11 e 11/4). Já o último ficou com a medalha prateada ao ser superado pelo mexicano Victor Turcio por 3 a 0, parciais de: 11/4, 11/8 e 11/5.
 
Conrado Contessi, da Classe 1, Iranildo Espíndola, da 2, Alexandre Ank, da 4, e Gustavo Laskosky, da 7, foram os brasileiros que ficaram com o bronze. Conrado foi batido pelo compatriota Aloisio nas semifinais por 3 a 2 (11/7, 11/8, 7/11, 10/12 e 11/8). Mesma situação de Iranildo, que foi derrotado pelo brasileiro Guilherme Costa nas semifinais por 3 a 1, com parciais de 14/12, 7/11, 15/13 e 11/8.
 
Na Classe 4 masculina, Alexandre ficou com a terceira colocação ao ser superado pelo mexicano Jesusn Garcia por 3 a 1 (11/7, 11/7, 8/11 e 11/8). Já na Classe 7, o jovem Gustavo acabou perdendo para o medalhista de ouro, Paulo Salmim, na semifinal. Vitória de 3 a 2 (11/7, 10/12, 15/17, 11/1 e 14/12) para o campeão.
 
Neste sábado (2), começam os torneios por equipes. O Campeonato Parapan-Americano, que começou a ser jogado na última quarta-feira (29), segue até segunda (4).
 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa

Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br