Paulo Salmin agradece apoio de treinadores na despedida de Londres

06/09/2012 09:41

O resultado não foi o esperado, mas nem por isso Paulo Salmin deixou de comemorar sua participação nos Jogos Paralímpicos de Londres, que nessa quinta-feira começa a entrar na reta final com as disputas das quartas e as semifinais do Torneio de Equipes, no Complexo Esportivo Excel.

Depois de serem eliminados do Torneio Individual, os brasileiros Carlos Carbinatti, Carlo Di Franco Michell, o Carluxo, e Paulo Salmin também se despediram do Torneio de Equipes da Classe 9-10 com uma derrota para a Malásia, por 3 a 1. Apesar disso, Paulinho garante que volta satisfeito para casa.

--- Acabou minha participação nas Paralímpiadas de Londres 2012, e me despeço com a bagagem cheia, não de medalhas, mas de experiência, sabendo o que precisa ser feito para poder estar no topo. Quero poder representar o Brasil mais uma vez em 2016, mas lá sim de uma forma competente.

Paulinho fez questão de agradecer a todos que o incentivaram nesse período com mensagens de apoio e a proveitou o momento para lembrar de três pessoas muito importantes para sua formação, a técnica Daniela Bassi, com quem começou, a Adilson Toledo, com quem treina atualmente, e José Rizzone, o técnico que o acompanhou na Seleção Brasileira.

--- Quero agreder primeira a Daniela Bassi, a percursora de tudo, ao Adilson Toledo, que segura as pontas comigo todo dia e vem me ajudando muito fazendo um grande trabalho, e por último ao técnico da Seleção José Rizzone, que vem acompanhando passo a passo os degraus que venho subindo.