PELOS ESTADOS – Sede de mais uma etapa do Catarinense, Pouso Redondo busca ser conhecida como a cidade do tênis de mesa

07/06/2019 16:40

Projeto conta com 234 alunos e é de Vinicius Grunfeldt, que começou em 2007 e busca estar em todas as escolas municipais até 2025

 


Pouso Redondo (SC), 07 de junho de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação - CBTM, com informações da FCTM

O legado de incentivar a prática e o crescimento dos mesa-tenistas é levado a sério na região do Alto Vale do Itajaí, em Santa Catarina. Já são 234 alunos em dois núcleos do esporte, conduzidos por Vinicius Grunfeldt, importante no projeto pensado para lá: transformar Pouso Redondo, que tem cerca de 17 mil habitantes, na cidade do tênis de mesa.

Lá está sendo sediada a segunda etapa do Circuito Catarinense Cresol de Tênis de Mesa, que começou nesta sexta-feira (7) e vai até o próximo domingo. O clube local, a Associação de Tênis de Mesa de Pouso Redondo (ATEMEPRE) é, hoje, a segunda maior força do estado, além do clube ter sido campeão geral da última Copa Brasil Centro-Norte-Nordeste, disputada em Brasília.

“O projeto deles, para 2019, é começar a implementar a cidade do tênis de mesa. Como o município é pequeno, respira o esporte. É a modalidade mais importante no município. Apesar da cultura esportiva do estado ser grande com outras modalidades, o carro chefe é o tênis de mesa”, contou Vilmar Schindler, presidente da Federação Catarinense.

O principal responsável pelo projeto é Vinicius Grunfeldt, que foi secretário de esportes da cidade e, desde 2007, se dedica ao incentivo do tênis de mesa em Pouso Redondo. Foi em 2015, porém, que ele percebeu que deveria manter seu foco só nisso.

“Queria implantar uma modalidade que fosse individual. Entendia que muitas crianças não praticavam esporte porque não se identificavam com modalidades coletivas, então optei por iniciar o tênis de mesa, que era mais popular nas escolas”, explicou Grunfeldt.

“Fui gostando e continuei fazendo um trabalho voluntariamente todas as noites, mesmo depois que saí da prefeitura. Hoje, temos alunos de seis a 60 anos. Mas temos uma peculiaridade: 50% dos atletas são mulheres. Queremos entrar em todas as escolas municipais até 2025”, completou.

Para chegar ao objetivo de associar o nome da cidade ao tênis de mesa, Vinicius Grunfeldt e a ATEMEPRE contam com organização e uma estrutura bem estabelecida:

“Pouso Redondo tem uma associação muito bem montada, com uma diretoria muito atuante. É o único clube de Santa Catarina que os atletas ficam em hotel em todas as etapas. Eles também têm vários patrocínios, mas a cooperativa de crédito Cresol é um dos carros-chefe. Vinicius está fazendo um trabalho muito bom”, elogiou Vilmar Schindler.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
                                                         

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

Lucas Mathias (estagiário)

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

 

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa