PELOS ESTADOS - Segunda edição do Ranking Paulista tem aumento do número de participantes

18/04/2018 17:54

 

Competição foi disputada no CT Paralímpico, na capital paulista, e contou pontos para o ranking nacional

FOTO: Pódio da categoria especial masculino. Crédito: Divulgação/FTMSP

 

Rio de Janeiro (RJ), 18 de abril de 2018.
Com informações da FTMSP
 

A segunda edição do Ranking Paulista 2018 Olímpico e Paralímpico foi disputada no último final de semana, nos dias 14 e 15 deste mês, no CT Paralímpico, em São Paulo (SP). A competição teve um número maior de mesa-tenistas do que a primeira edição. Portanto, mais um evento de sucesso da modalidade pelo país.

Atletas e a organização do evento só tiveram motivos para comemorar. Uma das razões foi a utilização de pisos e mesas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016, legado da competição realizada no Rio de Janeiro, com apoio total da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM).

A competição, que computou pontuação para o ranking nacional, teve disputas em diversas categorias olímpicas (pré-mirim, mirim, infantil, juvenil, juventude, adulto, lady, pré-sênior, veteranos, super veteranos e hiper veteranos) e paralímpicas (classes 1 a 10, masculinas e femininas), além das disputas na categoria especial, com os principais atletas do estado.

Com a direção geral do vice-presidente técnico da Federação de Tênis de Mesa do Estado de São Paulo (FTMSP), Hugo Suzuki, e com apoio do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), CBTM e da marca esportiva JOOLA, a competição teve entre seus principais destaques Fernanda Kodama (S.Maria/SCS/Xiom/ATEME/Cooper), ao vencer na final Ediane Brasciane (CCP-Piracicaba), na categoria especial feminina.

Outro destaque, desta vez na especial masculina, Emerson Maeda venceu Isaac Zauli (ambos atletas da ADC Estrela/Joola/Santos F.C.). Já na categoria eficiência por equipes, o título ficou com a equipe da ADR Itaim Keiko/Kenzen/AOVC/Marconi, seguida por Santa Maria/SCS em segundo e Associação Desportiva Santo André na terceira colocação. 

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.

 

Siga a CBTM nas redes sociais:

FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa