Presença de fisioterapeuta na Argentina foi decisiva para os brasileiros

24/04/2012 16:33

A rotina desgastante de um atleta durante um Campeonato Sul-Americano como o que aconteceu entre os dias 17 e 22 desse mês em Buenos Aires, na Argentina, onde o máximo é exigido de cada um, requer cuidados especiais.

É preciso acordar cedo, tomar um café da manhã rápido e depois passar horas no ginásio competindo, treinando ou simplesmente andando de um lado para o outro, muitas vezes sem um local adequado para descansar.

Preocupada com esse desgaste físico natural, a Líder de Seleções da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa, Paula Emerenciano, sugeriu a inclusão de um fisioterapeuta para acompanhar a delegação nessa competição.

Então os responsáveis pela Equipe Multidisciplinar da Clínica Vita, onde os atletas de todas as categorias do Olímpico e Paralímpico são atendidos, enviaram Carolina Savioli Longhini, uma de suas melhores profissionais.

Durante uma semana, Carolina fez mais de uma dúzia de procedimentos diários, antes, durante e no intervalo entre as partidas, e depois a noite no hotel, onde a procura também foi grande, com todos saindo do atendimento muito satisfeitos

--- Quero ressaltar a importância da vinda da Fisioterapeuta Carol da Clínica Vita, que deu um apoio fundamental para os atletas, que estavam esgotados --- destacou o técnico Guilherme Simões, torcendo para que a iniciativa passe a ser uma rotina.

--- Se pudéssemos ter sempre a disposição um fisioterapeuta nas competições, com certeza seria um diferencial para obtermos grandes resultados --- completou Guilherme.

Carolina participou pela primeira vez de um evento de Tênis de Mesa na Seletiva Olímpica, que aconteceu no Rio de Janeiro, quando atendeu os principais jogadores da equipe adulta, Cazuo Matsumoto, Lígia Silva, Jessica Yamada, e sua quase xará Kumahara.

A fisioterapeuta também ficou muito satisfeita com o trabalho realizado na Argentina e espera ser chamada mais vezes para ajudar a manter os músculos, a coluna e o quadril dos atletas sempre em ordem para que possam render o máximo.

--- Pelo entra e sai de atletas no meu quarto, acho que todos ficaram satisfeitos. Gostei muito de ter dado minha contribuição para o Brasil conseguir essas conquistas e espero ser convocada mais vezes --- afirmou Carolina.

8-1-2011 10:44