Presidente da CBTM: “O tênis de mesa precisa ir a todos os estados do Brasil”

03/08/2018 00:09

Na abertura da Copa Brasil Centro-Norte-Nordeste, em Cuiabá, dirigente ressalta a importância da descentralização do esporte no Brasil

CRÉDITO DA FOTO: Christian Martinez/RGB Studios.

 

Cuiabá (MT), 03 de agosto de 2018.

Por: Assessoria de Comunicação - CBTM

O tênis de mesa precisa estar em todos os cantos do país. Esta foi a principal mensagem do presidente da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa, Alaor Azevedo, durante a cerimônia de abertura da Copa Brasil Centro-Norte-Nordeste, nesta quinta-feira (2), no Ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá (MT).

A solenidade contou ainda com a presença do secretário de Esportes de Cuiabá, Edilson Odilon; do presidente do Conselho Regional de Educação Física do Mato Grosso, Carlos Alberto Eilert; do vice-presidente da CBTM, Vilmar Schindler; do presidente da Federação Mato-Grossense e vice regional da CBTM, Sandro Abrão; do técnico da Seleção Brasileira feminina, Hugo Hoyama; e, do presidente da Federação de Xadrez do Mato Grosso, Cleiton Marino.

No discurso de abertura, o presidente da CBTM elogiou a recepção calorosa dos cuiabanos e lembrou que a região do Mato Grosso é o “celeiro do mundo”, distribuindo alimentos para diversas partes do planeta. Fez questão de elogiar o trabalho de Sandro Abrão no estado, lembrou que o Aecim Tocantins apresenta excelentes condições para receber a competição e parabenizou o bom desempenho dos atletas locais na abertura do torneio.

No principal recado para a comunidade, Alaor Azevedo reafirmou seu propósito de levar o tênis de mesa para todos os estados do país.

“Muitas vezes, as pessoas criticam a CBTM por não fazer os eventos no Rio e em São Paulo. Se fizermos isso, só vamos ter esporte no Rio e em São Paulo. Nós temos que ir a todos os estados. Temos que vir a Cuiabá, temos que ir a Campo Grande, a Toledo, a Videira e tantas outras cidades. Não é questão de vontade, é uma obrigação da Confederação e de todas as modalidades. Isso faz parte da missão de integração nacional”, ressaltou.

O dirigente finalizou seu discurso abrindo as portas para outras competições no estado: “Essa é a forma de massificação, o Brasil é continental. É diferente de outros países. Temos a oportunidade de fazer este evento e queremos fazer mais competições no Mato Grosso”.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa